this is an h1

this is an h2

Thu Mar 24 11:44:59 BRT 2022
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Gisele e o marido são pioneiros na fabricação de leite pasteurizado

O casal aproveitou uma oportunidade de mercado, abriu uma empresa de laticínios e se tornou referência no Tocantins

· 24/03/2022 · Atualizado em 24/03/2022

“O Sebrae nos apoiou através de palestras, cursos exclusivos de aprimoramento e consultorias, que nos ajudaram a melhorar a qualidade de nossos produtos.”

A Laticínio Carinho é fruto de muita determinação e persistência da família Neves Almeida e Mota Santos. A empresa, que teve seu início na década de 1990, na cidade de Augustinópolis, no Tocantins, hoje é referência na fabricação e comercialização de laticínios e a única com o selo SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção) do estado.

Após se casarem, Gisele Mota Santos Almeida e Marcelio das Neves Almeida construíram, em dezembro de 2000, o próprio negócio na sua cidade natal, localizada na terceira maior cidade da microrregião do Bico do Papagaio. Desafios? É claro! Mas nada que os impedisse de correr atrás do sonho de empreender. 

A inovação, no entanto, já estava no DNA da empresa. A produção de leite pasteurizado realizada pela Laticínio Carinho surgiu após observarem que, na época, só existia o leite em latão, vendido de porta em porta e consumido em escolas e hospitais. Ao aproveitarem essa oportunidade, tornaram-se os pioneiros no uso desse processo de conservação no estado.

“Os primeiros cinco anos são de muitos aprendizados e persistência, quando você desenvolve e consolida a identidade da sua marca, conhece seus fornecedores e clientes, acontece inserção do produto no mercado. No entanto, sempre nos mantivemos positivos e focados em nosso propósito, sabíamos desde o ínicio que fazia parte do processo”, contou Gisele.

No início, o maior desafio que enfrentaram foi a prospecção de fornecedores, já que a região conta com muitos laticínios já fidelizados. “Começamos com 300 litros por dia de pasteurizado e, ao longo do tempo, galgamos até o volume com que trabalhamos hoje, de 30.000 litros por dia, além de um portfólio com mais de 50 itens produzidos.”

Sobre ser mulher e empreender, Gisele diz não ser uma barreira, já que sente admiração e empatia por onde passa, especialmente dos produtores e clientes. 

“Apesar de infelizmente ainda convivermos com o machismo em nossa sociedade, a crescente participação feminina em cargos executivos e de liderança, chefiando suas empresas e sendo a voz de seus negócios, vem contribuindo para ocuparmos os lugares de destaque que merecemos e tanto lutamos para alcançar.”

A parceria da Laticínio Carinho com o Sebrae é de longa data, quando o casal ainda estava em busca de financiamento para iniciar o projeto. A solução veio por meio de um convênio firmado entre o Sebrae e o Banco da Amazônia, que visava apoiar empresários na obtenção de crédito para seus negócios.

A partir daí, o casal passou a aproveitar as demais soluções disponibilizadas pelo Sebrae, como palestras, cursos e consultorias. “Acessamos constantemente o Sebraetec para reciclagem dos colaboradores, implantação de sistemas, consultorias em geral e para assessorias em programas de controle de qualidade.” 

Apesar de terem chegado na marca de vinte anos no mercado, a empresa continua à procura de melhorias. “Atualmente estamos consolidados, atualizados em relação à tecnologia de produção, crescendo anualmente cerca de 10% e sempre buscando inovações. Temos uma responsabilidade social e econômica na região, gerando emprego e renda para aproximadamente 200 famílias de forma direta, impactando positivamente a comunidade.”

Hoje, os produtos da marca são vendidos em distribuidoras e redes de atacado nos estados de Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco e Paraíba. Além disso, instalaram uma loja na recepção da fábrica para acolher os visitantes e proporcionar mais comodidade na compra dos clientes locais. 

Com o olhar para o futuro, Gisele expressa o desejo de fortalecer a marca a nível nacional. “A ideia é ampliar a venda do nosso portfólio, o que possibilitará a ênfase em produto de valor agregado, reduzindo a dependência dos nossos commodities e proporcionando um conforto maior e melhor estabilidade financeira”, finalizou.

Instagram

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora