this is an h1

this is an h2

Wed Nov 17 15:31:24 BRT 2021
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Mesmo com a pandemia, negócios de Maria Aparecida continuam crescendo

Empresária conta como o Sebrae ajudou a expandir seu empreendimento e a transformar vidas em Itacaré, na Bahia.

· 17/11/2021 · Atualizado em 17/11/2021



Não há dúvidas de que o setor hoteleiro foi um dos mais impactados pela covid-19. As restrições impostas pelas autoridades de saúde refletiram em empreendimentos temporariamente fechados, queda nas taxas de ocupação e operações com capacidade reduzida.

Diante da crise sanitária, a empresária Maria Aparecida Damacena Aguilar viu-se encurralada e precisou fechar seus complexos de hospedagem por quase seis meses. “Se não fosse a pandemia, teria sido o melhor ano para os meus negócios. Mas eu terminei sem estar no vermelho e não demiti ninguém”, relata.

Proporcional à maestria em liderar e conduzir projetos é a dedicação em atualizar seus conhecimentos. Em 2002, Maria Aparecida mudou-se para Itacaré, no litoral da Bahia, com o intuito de empreender. Foi lá que inaugurou seu primeiro empreendimento, a Pousada Pedra Torta. Na época, sendo vendedora de automóveis, não tinha nenhuma noção de como gerir uma empresa.

“Tinha apenas boa vontade, determinação e sabia para onde queria ir! Busquei apoio do Sebrae desde o início e isso nos ajudou hoje a estar onde estamos.”

A empresária fez diversas consultorias, treinamentos, programas e cursos, entre eles os de Gestão Financeira e Vendas. “Assim que iniciei as atividades, já procurei orientação. Então, logo que finalizamos as obras da pousada, iniciamos a parceria. Em Itacaré, nós apoiamos o Sebrae por conhecer e saber da importância, enquanto alguns empresários acreditavam que a cidade não precisava do Sebrae”, disse Maria Aparecida.

Hoje à frente do Grupo Aguilar Lima Empreendimentos Turísticos, de 2002 para cá ela também inaugurou o Terra Boa Hotel Boutique, Pousada Vira Canoa e o Restaurante Pedra Torta. Fora o grupo, ainda tem uma cabana de praia na Ribeira, Bahia. Ao todo, os complexos geram mais de 140 empregos diretos. 



A empresária acredita que, através dos empreendimentos, a realidade de Itacaré vem mudando positivamente. Os colaboradores recebem treinamentos e, em parceria com a prefeitura do município, outras qualificações são oferecidas. “Conhecimento adquirido não podemos guardar, temos que compartilhar. É assim que penso e faço.”


Com o olhar voltado para o futuro, Maria Aparecida acredita que 2022 será, sem dúvida, o melhor ano da história dos hotéis. “Em virtude da demanda retraída por conta da covid-19 e por termos nos preparado antes, já temos muitas reservas para o ano que vem”, afirmou a empresária.

Para o novo momento, todos os hotéis passaram por uma reforma, equipamentos foram substituídos, e os funcionários foram preparados em relação aos protocolos para evitar transmissão da covid-19. Para Maria Aparecida, a atualização constante de conhecimentos é o que faz a diferença e proporciona à sua rede um alto volume de indicações e reconhecimento em sites de avaliações.

A CEO atribui ao Sebrae muitos dos aprendizados adquiridos e reconhece a visibilidade que conquistou: em 2018, por exemplo, ganhou o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, na categoria Pequenos Negócios. Essa é mais uma prova de que o conhecimento traz reconhecimento e faz a diferença em qualquer negócio. 


Site oficial

Instagram

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora