ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Leis
Plenário aprova arquivamento da denúncia contra Temer
263 deputados votaram a favor do relatório, que sugere o não encaminhamento da denúncia.

No mês de agosto, dos 492 deputados presentes à sessão, 263 votaram a favor do relatório, que sugere o não encaminhamento da denúncia contra o presidente da República para o STF.

O relatório do deputado Paulo Abi Ackel, do PSDB de Minas Gerais, foi aprovado por uma diferença de 36 votos. Dos 492 deputados presentes à sessão, 263 votaram a favor do relatório, que sugere o não encaminhamento da denúncia contra o presidente Temer para o Supremo Tribunal Federal. 227 parlamentares foram contrários. Houve duas abstenções. Dezenove deputados não compareceram à sessão.

Os partidos integrantes da base aliada do governo apontaram aspectos positivos do governo Temer, principalmente na área econômica.

Deputados de oposição, ao contrário, ressaltaram o que consideram prejuízos causados pelo governo Temer à nação, como a Reforma Trabalhista e da Previdência. Citaram o que seriam as provas do envolvimento de Michel Temer com atos de corrupção.

A votação dos deputados foi feita pela bancada de cada estado, alternando unidades da federação das várias regiões do país. Dentro de cada bancada estadual, em ordem alfabética, os deputados declararam seu voto em dois microfones instalados no centro do Plenário. Alguns momentos de tensão aconteceram entre os blocos do governo e da oposição, por causa de provocações com cartazes, bonecos infláveis e uma chuva de dinheiro falso. Ao todo 13 horas de sessão, só de votação foram três horas e meia. Terminada a sessão, deputados de oposição saíram do Plenário entoando refrãos contrários ao governo Temer.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora