this is an h1

this is an h2

Ator Dan Stulbach encerra celebrações do dia de 50 anos do Sebrae

Junto com Enio Pinto, gerente da instituição, ele fez a apresentação "O Sebrae em Cinco Décadas", mostrando o contexto nacional e mundial da evolução histórica

Os ministros Paulo Alvim e Carlos Brito recebem do presidente Carlos Melles o livro "Sebrae 50 Anos: Criar o Futuro é Fazer História" (Foto/crédito - Divulgação/Sebrae

O Sebrae encerrou o dia de celebrações pelo seu cinquentenário, terça-feira (05/07), em Brasília, com uma retrospectiva da história da instituição, conduzida pelo ator Dan Stulbach e o gerente de Relacionamento com o Cliente, Enio Pinto. Intitulada "O Sebrae em Cinco Décadas", a dupla fez uma retrospectiva de fatos marcantes no Brasil e no Mundo no período, mostrando como se deu a atuação do Sebrae naqueles momentos.

Na cronologia, Enio Pinto passou em revista os principais programas do Sebrae nas três áreas de atuação da entidade: aperfeiçoamento da gestão empresarial, melhoria do ambiente de negócios e cultura empreendedora. “Essa trajetória é o que torna o Sebrae a 8ª marca mais forte do Brasil. Mas já temos que pensar em um futuro com temas como a transformação digital das MPE, sustentabilidade, diversidade e educação empreendedora”, ele afirmou.

Na sua fala inicial, Dan Stulbach destacou que, ao longo das décadas, o Sebrae "dedica sua existência para mostrar a conexão entre os pequenos negócios com cada cidadão, município e todo o país." Ele enfatizou o papel relevante do setor no desenvolvimento socioeconômico e "o quanto os pequenos negócios são imprescindíveis para o Brasil e o quanto o Sebrae é imprescindível para os pequenos negócios". 

O evento aconteceu no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) e reuniu a diretoria e funcionários da sede nacional, representantes de instituições parceiras, empresários, parlamentares e ministros. O Sebrae foi fundado em 5 de julho de 1972 e teve sua primeira sede no Rio de Janeiro.
 
O presidente do Sebrae, Carlos Melles, abriu a cerimônia dando boas-vindas a todos os presentes e destacou a trajetória da instituição. “Os pequenos negócios fazem o Brasil gigante. O segredo do sucesso do Sebrae é servir bem, com muito conteúdo e metodologia inovadora”, enfatizou.

Presente ao evento, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Paulo Alvim, lembrou da importância do Sebrae para o país. “Essa instituição transformou e ainda tem muito o que transformar no Brasil”, destacou. Já o ministro do Turismo, Carlos Brito, reforçou a importância das parcerias que a pasta tem firmado para o desenvolvimento da atividade no país. “Junto com o Sebrae, vamos colocar o Brasil nas prateleiras do mundo todo”, comentou.

A artista Gláucia Nasser fez uma apresentação musical que incluiu "Aquarela do Brasil", no contexto da comunicação do cinquentenário, que busca mostrar a conexão dos pequenos negócios com o país. Ela bordou também os desafios enfrentados pelos empreendedores, com a música "Sonho Impossível", acompanhada de imagens no telão do filme "O Menino no Meio da Ponte", o filme de animação do Sebrae que abriu o calendário oficial do Projeto Sebrae 50+50, em janeiro.

O dia de ontem começou com hasteamento solene de bandeiras e culto ecumênico, seguido da inauguração do Mural dos Colaboradores, na sede do Sebrae, na capital federal. Houve também a divulgação de uma pesquisa exclusiva sobre o perfil dos pequenos negócios e a inauguração da Exposição 50+50, com material do acervo histórico da instituição.

Na parte da tarde, houve um evento para os colaboradores do Sebrae Nacional e dos estados, com transmissão online, incluindo o lançamento do Canal Empreender, em parceria com o Grupo Bandeirantes, e do livro "Sebrae 50 anos – Criar o Futuro é Fazer História".

Os ministros Paulo Alvim e Carlos Brito recebem do presidente Carlos Melles o livro "Sebrae 50 Anos: Criar o Futuro é Fazer História" (Foto/crédito - Divulgação/Sebrae)

 

Sobre o Sebrae 50+50

As atividades que marcam os 50 anos de existência giram em torno do tema “Criar o futuro é fazer história”. Denominada Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

Conheça: www.agenciasebrae.com.br