ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Finanças
Como montar uma boa apresentação e conquistar Capital Empreendedor
Confira nossas dicas para montar um deck de negócios de forma ideal e encante investidores dispostos a aportar sua empresa.

Depois de escolher qual a modalidade de investimento mais combina com o seu negócio e definir sua proposta de investimento, chega a hora de apresentar seu negócio para os possíveis investidores.

Essa apresentação é conhecida no mundo dos negócios como “deck”.



Nela, você deve incluir informações como:



Qual problema ou necessidade o meu negócio resolve?



Qual é a solução trazida pelo negócio e qual é sua principal inovação?



Qual é o mercado de atuação e o seu tamanho?



Como seu negócio irá gerar faturamento?



Como seu negócio crescerá e se desenvolverá?



Quais são os competidores e os seus principais diferenciais frente a eles?



Qual é a equipe de empreendedores e por que esta é a equipe certa para esse negócio?

Apresentar a proposta de investimento já elaborada, ou seja, quanto recurso você precisa, para quais finalidades e por qual contrapartida de participação.

Dependendo da sua área de atuação, outros elementos também podem ser importantes na apresentação, como:

  • A estratégia de canais de comunicação e vendas.
  • As alternativas de como o investidor poderá vender sua participação.
  • Uma descrição do timing do negócio, ou seja, porque este é o momento certo de fazer esse negócio acontecer.

Não esqueça o financeiro

Além da apresentação, você precisará de uma planilha financeira com uma projeção de dois a cinco anos de suas receitas e despesas e como será feito o investimento ao longo do tempo. No caso de captação de investimento pré-semente, esta planilha pode ser mais simplificada.

Aspectos jurídicos

Por fim, lembre-se também de definir os aspectos jurídicos. Você precisa analisar se sua empresa será uma sociedade limitada ou anônima, além de escolher entre os dois tipos de sociedade anônima. Esse tipo de definição parece pura burocracia, mas quando se trata de investimento, o regime jurídico mudará a maneira como os investidores interferem no negócio.


O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço sem custos para você.

Converse agora