ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Empreendedorismo
Descubra o que é smart money e como apostar neste investimento
Investimentos qualificados valem mais do que grandes aportes em dinheiro. Entenda como eles podem ajudar sua empresa.
Sua startup é inovadora?
Saiba mais

Coloque sua ideia em prática.

O que é pivotar a startup?
Saiba mais

O conceito é como no basquete.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

Para muitos empreendedores, conseguir um investidor é uma necessidade para manter a sua startup viva até encontrar um modelo de negócios escalável. Mas, o que poucos entendem a tempo é que a insistência em conseguir capital a todo custo pode ser fatal para o seu projeto. Mais do que um investimento alto, empreendedores precisam estar atentos às outras vantagens que aquele aporte traz para o seu negócio.

Esse tipo de investidor é conhecido como smart money, ou dinheiro inteligente. 

Eles costumam trazer forte experiência no mesmo mercado em que a startup atua e, em geral, auxiliam de diversas maneiras no crescimento da empresa:

  • Contribuem com insights importantes sobre o modelo de negócio;
  • Complementam o time com conhecimento especializado;
  • Apresentam histórico de investimento na área;
  • Têm um bom networking junto aos clientes potenciais.

Pode ser também que esses investidores apresentem uma combinação de vários desses fatores em menor escala mas, mesmo assim, sejam fortes o suficiente para acelerar o projeto.

Tudo isso não significa que o investidor estará presente no dia a dia da startup, mas sim que ele poderá ser sempre consultado quando necessário e trazer insights que façam diferença ao longo da jornada do projeto.

Investidores que trazem smart money não costumam dizer “eu acho que você deve” ou “que tal se vocês fizessem assim”, mas sim “veja como essa outra empresa resolveu esse problema” e “esse é o documento que você precisa”. Ou seja, o papel dele não é dar opinião, mas atuar como um guia quando for necessário.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos


O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço sem custos para você.

Converse agora