ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Mon Dec 09 16:07:51 GMT-03:00 2019
Finanças
Como controlar seu orçamento em 2 passos
Controlar o orçamento não é algo de outro mundo, entretanto, é necessário que você tenha disciplina para se ajustar, veja os passos que podem lhe ajudar.
Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

  • 1º Passo
  • 2º Passo

1º Passo

Defina os custos fixos mensais, aqueles gastos que fazem parte do seu dia a dia, em seguida elabore uma planilha com esses dados.

Exemplos de gastos fixos

  • Água, Luz, Telefone, Transporte.

Não esqueça de inserir os gastos eventuais (variáveis ou esporádicos), seu lazer, vestuário, medicamentos e outros adventos geram custos. Afinal de contas, você precisa relacionar todo esse conteúdo para endossar sua planilha e ter o máximo de informações necessárias em prol do controle do seu orçamento.

 Exemplos de gastos variáveis e esporádicos

  • Lazer, vestuário, cuidados pessoais etc.

 

Lembre-se de realizar os questionamentos abaixo 

  • Quais são os meus gastos?
  • Quanto gastar e quando gastar?
  • Quais as condições?

 

Acesse grátis e-book: Gestão Financeira

2º Passo

Faça uma relação entre a renda total da família (determine um espaço de tempo para apurar esses dados) e as suas obrigações (custos) nesse mesmo período.

Logo após, compare os gastos com o dinheiro que você vai receber e tente encontrar um ponto de equilíbrio entre dívidas e receitas.

Em algumas situações você poderá observar que as contas não vão fechar, haverá um desequilíbrio entre o que você gasta e o que você ganha, entretanto, não se desespere, refaça o processo e tente ajustar a sua renda ao orçamento doméstico.

Sempre analise a possibilidade de reduzir ou excluir gastos desnecessários para seu orçamento, aqueles que não agregam benefícios à rotina necessária da sua família.

 

Lembre-se                                                 

  • Repita o processo até encontrar o equilíbrio entre seus gastos e o que você ganha;
  • Elimine gastos desnecessários.

 

Curso a distância: Como Gerenciar as Finanças da sua Empresa

 

 

 

por Moisés Barbosa

Sebrae Alagoas

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço gratuito para você.

Converse agora