Tue Aug 04 13:29:59 GMT-03:00 2020
Mercado e Vendas | ATENDIMENTO AO CLIENTE

Protocolos sanitários para seu minimercado, supermercado ou mercearia

Mesmo sem suspensão dos serviços, saiba todas as novas práticas com a pandemia pra proteger seus clientes e funcionários

· 03/08/2020 · Atualizado em 04/08/2020

A retomada gradativa das atividades econômicas já foi iniciada em Alagoas. A partir das medidas de flexibilização do distanciamento social, empresas de diversos segmentos da economia local passaram a seguir as recomendações do Protocolo de Distanciamento Social Controlado, que foi publicado pelo governo do estado ainda no mês de junho.

O protocolo sanitário apresenta cinco fases específicas de autorização de atividades econômicas, que estão identificadas pelas cores vermelha, laranja, amarela, azul e verde.

As empresas do segmento de minimercados, supermercados e mercearias, que são consideradas essenciais e, por isso, não tiveram o funcionamento interrompido, também devem seguir as recomendações estabelecidas no protocolo sanitário.

O protocolo estabelece orientações gerais para todos os setores econômicos do estado e, também, orientações específicas para cada setor. E para você, empresário desse segmento, nós preparamos um conteúdo dedicado às recomendações oficiais para o funcionamento do seu negócio.

Acompanhe as recomendações gerais

Colaboradores e clientes

O protocolo estabelece uso obrigatório de máscara para todos os colaboradores e clientes, além da distância mínima de 1,5m entre as pessoas qu

e se encontram no estabelecimento. Reuniões presenciais com mais de dez pessoas estão proibidas. Os encontros podem acontecer por videoconferência.

Os colaboradores devem manter cabelos presos, evitar o uso de joias, bijuterias, relógios ou adereços e realizar a troca de roupa ao começar e ao terminar o expediente, para que não retornem para casa ou se desloquem até o trabalho vestindo o uniforme da empresa.

Atendimento ao cliente

Maquinetas e telefones devem ser envolvidos em plástico filme e higienizados a cada uso. Já as barreiras de proteção aos caixas, embaladores e demais funcionários que estejam em contato com clientes devem ser mantidos e os métodos eletrônicos de pagamento devem ser priorizados - lembre-se que é importante comunicar isso aos clientes. 

Acesse aqui os protocolos de retomada para mercearias, minimercados e supermercados

Estrutura do estabelecimento

Álcool 70% deve ser disponibilizado ininterruptamente em locais fixos e de fácil visualização, assim como panos de chão umedecidos com solução de água sanitária (10 ml para 5L de água) na entrada do estabelecimento para limpeza de calçados. Também deve haver distanciamento mínimo de 2m entre as estações de trabalho.

As filas devem ter marcadores de piso (adesivos) indicando a distância mínima de 1,5m entre clientes. A limpeza e a desinfecção de ambientes, mobiliário e maquinário devem acontecer a cada duas horas e os filtros de ar devem ser trocados pelo menos uma vez por mês. Se o ar condicionado for tradicional, a higienização do filtro deve acontecer diariamente. Na ausência do ar condicionado, portas e janelas devem ser mantidas abertas.

Além disso, os corrimãos de escadas e os banheiros devem ser higienizados a cada uma hora e o controle do fluxo de clientes deve acontecer por meio da instalação de placa sinalizadora indicando a quantidade máxima de pessoas permitida, de acordo com o alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros. 

Confira aqui as recomendações para o segmento de minimercados, supermercados e mercearias

Serviços de “Drive Thru” e “Pegue e Leve”, em que é realizada a entrega de mercadorias ao cliente fora da loja, devem ser disponibilizados.

A empresa deve monitorar a saúde de colaboradores e clientes fazendo a aferição de temperatura, preferencialmente por meio do uso de termômetro de aproximação. O colaborador que estiver com a temperatura maior ou igual a 37,5 graus deve ser afastado do trabalho e o cliente que apresentar a mesma temperatura deve ser impedido de entrar no estabelecimento.

O empresário também deve reduzir em 50% as vagas do estacionamento, que devem ser utilizadas de forma intercalada.

Aproveite a oportunidade e acompanhe outro artigo relacionado a este assunto, é de grande valia! Acesse: Dicas para manter o faturamento do minimercado em tempos de pandemia

E lembre-se: por mais que o momento seja de turbulência, o empreendedor precisa ter serenidade para fazer essas mudanças com segurança. Por isso, é preciso estar sempre atento às notícias e resoluções dos órgãos públicos, para manter-se atualizado sobre os novos decretos.

O Sebrae em Alagoas está aqui para te ajudar nessa transição. Se precisar, basta ligar para o 0800 570 0800 ou acessar o nosso WhatsApp! Conte conosco!

Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora