Sun Oct 11 03:56:07 GMT-03:00 2020
Empreendedorismo
É Pique Festas
Velas comemorativas trouxeram ótimos resultados para a É Pique Festas. Quer saber como isso foi possível? Leia e veja mais sobre essa oportunidade de negócio.

É Pique Festas

Você já imaginou transformar uma simples ideia em uma grande oportunidade de negócio? Foi exatamente isso o que fez a empreendedora Fabiana Loiola, 42, proprietária da “É Pique Festas”, empresa que nos últimos quatro anos tem ganhado espaço no ramo de ornamentação de festas. 

Formada em engenharia de produção e com ampla experiência na área, Fabiana cresceu em uma família que sempre trabalhou com negócios próprios. Isso fez com que ela desenvolvesse desde cedo o interesse pelo empreendedorismo. 

Em 2011, ela começou a oferecer serviços de ornamentação e decoração de festas, ainda como microempreendedora individual (MEI). Já em abril de 2016, Fabiana resolveu apostar em velas decorativas artesanais, para eventos como casamentos, aniversários, etc. 

A princípio, ela contava apenas com dois modelos próprios de velas, mas isso já era um diferencial importante que destacava a “É Pique Festas” no segmento. O negócio deu certo e ela logo teve que aumentar seu quadro de funcionários. 

Mas mesmo com todos os resultados positivos, Fabiana percebeu que haviam melhorias pontuais a serem estabelecidas e que trariam resultados expressivos para a “É Pique Festas”.

A empresa não tinha um plano de crescimento eficiente, nem estratégias formalizadas que favorecessem uma atuação mais assertiva. Além disso, a área de vendas não possuía um setor consolidado, o que impactava o faturamento.

“Tínhamos dificuldade em conseguir manter vendedores na rua no sistema de vendas porta a porta, não tínhamos canais de vendas digitais como o Instagram ou loja online”, conta a empresária. 

Não deixe de conferir também:

- Ideias a mil: conheça as alternativas da Arte Lar Festas para driblar a crise no interior do Amazonas

- Mudança total. A reestruturação do restaurante de culinária local Taboa Peixaria que decidiu voltar da pandemia totalmente renovado

A parceria com o Projeto Ali 

Já em 2020, a empresária buscou ajuda do Projeto Ali (Agentes Locais de Inovação), desenvolvido pelo Sebrae/AM, o que contribuiu para a definição de estratégias, planos de ação voltados para o crescimento da empresa, além de apresentar indicadores necessários para acompanhar os resultados. 

“O projeto nos ajudou a construir planilhas de controle de produtividade, custo, fluxo de caixa, dos personalizados e na elaboração dos Kits Festas”, comenta Fabiana.  

Além disso, a parceria com o Projeto Ali foi fundamental para que a empresa obtivesse uma expansão considerável na carteira de clientes. Os reflexos desse crescimento foi sentindo no financeiro da “É Pique Festas”. 

“O projeto ajudou com o aumento do faturamento, da carteira de clientes e na descoberta de novos mercados. Começamos a trabalhar com novos parceiros na elaboração dos Kits Festas, aumentamos as vendas de topos e balões personalizados”. 

Resultados em números

Em 3 meses de acompanhamento pelo Projeto Ali, a “É Pique Festas” conseguiu quadruplicar seu faturamento, saindo da média de R$ 3 mil para R$ 12 mil mensais. 

Já o indicador de produtividade mostra que a empresa saiu de 1.103 velas produzidas ao mês para 13.580 no primeiro mês de acompanhamento. 

O número de clientes cadastrados e ativos no sistema também subiu. “Nós conseguimos adquirir mais clientes. De onze, nós fomos para 27”, declara a empresária. 

Quando perguntada se o acompanhamento da equipe do Projeto Ali foi importante, ela responde. “Sim, foi um divisor de águas que serviu como um guia para implementarmos a padronização dos nossos procedimentos e planos de crescimento”.   

Hoje, a empresa segue atuando com mais assertividade e confiança e mira em objetivos cada vez maiores e ousados. 

“A É Pique Festas hoje está mais confiante que com o aprendizado do projeto conseguiremos nos manter no mercado com uma nova perspectiva de crescimento como a implementação de uma loja da fábrica, superando as adversidades da situação atual do mercado”, finaliza Fabiana. 

Saiba mais sobre o ALI

O Projeto ALI (Agentes Locais de Inovação) é um programa do SEBRAE em parceria com a CNPQ com o foco em desenvolver a inovação dentro de pequenas empresas através de ações personalizadas. 

O Agente Local conhece o negócio, faz um diagnóstico, com base no segmento e no mercado de atuação da empresa, para aplicar um plano de ação que irá auxiliar no crescimento dos negócios. 

Além de o empreendedor receber auxílio de forma gratuita, o projeto oferece uma bolsa para graduados fazerem desse processo um estudo que irá resultar em um artigo científico. O projeto tem a duração de oito meses e pode ser prorrogado por mais tempo. 

Como participar do ALI

O ALI é 100% subsidiado pelo SEBRAE e pode ser uma oportunidade para seu negócio crescer de forma inovadora e com acompanhamento de profissionais graduados e capacitados pelo SEBRAE para ajudar a turbinar seu negócio. 

Para se inscrever, basta ligar para o telefone 0800 570 0800 e falar com os consultores do SEBRAE.

Gostou deste conteúdo? Conheça mais um case do Projeto ALI acessando o artigo: Daniela Menezes Coach: veja como a empresa cresceu com a ajuda do Projeto ALI. 



Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora