ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Fri Jan 31 15:52:02 GMT-03:00 2020
Leis
MEI - Saiba Como fazer a DASN
Se você começou sua atividade como MEI em 2019 e chegou a sua hora de declarar os seus rendimentos, preparamos um passo-a-paço para você.

Passo a Passo para o MEI

MEI: COMO DECLARAR OS RENDIMENTOS NO IMPOSTO DE RENDA

1º passo – Calcule o lucro

Basicamente, você precisa calcular o lucro evidenciado do seu negócio. A base desse cálculo é o total da sua receita bruta anual, tendo esse número, você precisa subtrair as despesas que seu negócio teve durante o ano base. Algumas despesas levadas em conta são: água, luz, compra de mercadoria, aluguel de espaço, manutenção de estoque entre outros.

Resumindo, a conta fica: receita bruta anual – despesas anuais = lucro evidenciado.

2º passo - Calcule sua parcela isenta

Parcela isenta é a porcentagem correspondente aos impostos que podem ser deduzidos e que são isentos. Esses valores variam conforme a atividade exercida pelo MEI:

8% da receita bruta para comércio, indústria e transporte de carga.

16% da receita bruta para transporte de passageiros.

32% da receita bruta para serviços em geral.

Encontrou a sua porcentagem? Depois que chegar no resultado, você deve inserir na seção “Rendimentos Isentos – Lucros e Dividendos Recebidos Pelo Titular”.

3º passo – Parcela tributável

Com todos os resultados que você obteve anteriormente, faça a conta da parcela tributável do lucro.

A fórmula é fácil:

Valor do lucro evidenciado – parcela isenta = rendimento tributável.

Feito isso, você precisa apenas inserir o valor no campo “Rendimento Tributável Recebido de PJ”

DECLARAÇÃO ANUAL DO MEI X DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA

Lembre-se: declaração anual do MEI é diferente da declaração do imposto de renda, e ambas fazem parte das obrigações do microempreendedor individual.

O planejamento é muito importante!

Separe documentos, comprovantes e as notas fiscais que você vai precisar apresentar.

Marque em seu calendário as datas para que você não perca o prazo e tenha que pagar multas:

Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física: até 30 de abril.

Declaração anual simples do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI): até 31 de maio.

A multa para quem atrasa a declaração do Imposto de Renda é no valor mínimo de R$164,74 e o valor máximo de 20% do imposto devido.

Já a multa para quem não fez a declaração anual do MEI é no valor mínimo de R$50,00, podendo chegar a 2% do valor dos tributos que devem ser pagos a cada mês.

Fique de olho para não perder os seus direitos, e qualquer dúvida, procure a Central de Atendimento: 0800 570 0800

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora