ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Tue Sep 24 11:05:12 GMT-03:00 2019
Inovação
Indicação da farinha Uarini como valorização do mercado regional
A recente concessão de Indicação Geográfica da farinha Uarini pode ser oportunidade para crescimento da região em vendas e valorização do mercado

Farinha Uarini

Indicação Geográfica da farinha Uarini como valorização do mercado regional

A recente concessão de Indicação Geográfica da farinha Uarini pode ser oportunidade para crescimento da região em vendas e valorização do mercado

 A Indicação Geográfica (IG) identifica um produto que se torna conhecido por uma qualidade ou característica procedente da própria origem geográfica. Essa proteção, por sua vez preserva a cultura local, diferencia o produto ou serviço e promove o desenvolvimento regional, surtindo efeitos em produtores, prestadores de serviço e consumidores.

 A Indicação Geográfica funciona em forma de selo, conferido pelo governo Brasileiro, via INPI. Nesta terça-feira (27/08), a concessão de registro da farinha de mandioca do Uarini foi publicada, compreendendo o município de Alvarãees, Tefé, Maraã e Uarini. A singularidade do produto, isto é, como é conhecido entre os consumidores, se sustenta na forma granulométrica arredondada e de cor amarelada, característica da região.

 Clique aqui e saiba como fazer o registro de uma Indicação Geográfica.

 “Há uma série de regras que precisam ser cumpridas, como organização, controle, qualidade e origem”, conta José Antônio Fonseca, atuante do escritório regional do Sebrae em Tefé. “No Brasil, atualmente há cerca de setenta indicações geográficas conhecidas, entre elas o Queijo da Serra da Canastra, Farinha de Mandioca de Cruzeiro do Sul e Doces de Pelotas”, acrescenta.

 “Por meio do Selo, é possível agregar valor ao produto e acessar novos mercados”, diz Fonseca, citando em seguida o apoio de instituições como o Sebrae, Ministério da Agricultura, CONAB, Instituto Mamirauá, entre outras. Com a proteção, também se pode contabilizar o crescimento das vendas e demanda, enxergando o movimento do mercado e confirmando que a IG é uma alternativa para o desenvolvimento territorial e crescimento do comércio local.

 “Atualmente, com o apoio do Sebrae e outras instituições, há dois produtos com Selo no Amazonas: guaraná de Maués e peixes ornamentais do Alto Rio Negro”, conta o entrevistado, citando mais dois processos em andamento: o abacaxi da região de Novo Remanso e o pirarucu manejado de Mamirauá. 

 Saiba mais

Acesse a área de conteúdo da página do Sebrae Am e fique por dentro de mais novidades no mundo dos negócios!

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora