Mon May 18 10:55:57 GMT-03:00 2020
Empreendedorismo
MEI - Como saber se minha ideia vai dar certo?
Muitos empreendedores têm ideias geniais, mas acabam não colocando em prática, por medo de fracassar.

MEI - Como saber se minha ideia vai dar certo?

Muitos empreendedores têm ideias geniais, mas acabam não colocando em prática, por medo de fracassar. São várias as dúvidas e incertezas que muitas vezes paralisam o empreendedor e o impedem de tirar a ideia do papel. Será que terei clientes? Será que meu produto terá aceitação? Vale a pena investir?

O que se deve ter em mente é que, no universo do empreendedorismo, correr riscos calculados é característica fundamental. E o que isso quer dizer? Que todo empreendedor deve estar disposto a assumir desafios e responder por eles. Além disso, que o erro faz parte do processo, e que o fracasso pode ser o primeiro passo para você conquistar o sucesso que deseja.

Se você tem uma ideia, e quer testá-la para saber se vai dar certo, confira as dicas que preparamos para você. Vamos lá!

1) Pesquise sobre o mercado

O primeiro passo é, sem dúvida, pesquisar sobre o mercado em que você irá atuar. É um mercado já conhecido, mais tradicional? Ou um mercado mais inovador? Busque dados sobre esse mercado e o segmento de negócio que irá atuar. Se já é um produto existente, avalie se o mercado está satisfeito e quais as empresas concorrem com você. E não desanime! Sempre é possível melhorar algo ou agregar valor de alguma forma e criar um diferencial.

2) Teste sua ideia

Converse com pessoas confiáveis, que irão te dar um retorno sincero sobre o seu produto. Conte com o seu círculo de amizades, vizinhos e colegas de trabalho, por exemplo. Em algumas situações, pense fora da caixinha: se você quer fazer pães de mel, promova um encontro com os colegas dos seus filhos, ou sobrinhos, e distribua as guloseimas entre eles. Depois, pergunte o que eles acharam e o que poderia melhorar. Crianças são um poço de sinceridade e criatividade! Busque maneiras diferentes de fazer as pessoas experimentarem o seu produto e escute o que elas têm a dizer.

3) Valorize as críticas mais do que os elogios

Quando você tem uma ideia para abrir um novo negócio, é comum receber mais elogios do que retornos negativos. Por isso, peça a opinião sincera das pessoas, e busque todos os pontos negativos e falhas que podem ser melhorados. A hora de errar é agora! Faça você também um exercício de avaliar com um olhar crítico o produto ou serviço que está oferecendo. Depois, reúna em um caderno todos os pontos de melhoria e trabalhe individualmente em cada um deles. Fique atento, somente, para pedir a opinião das pessoas certas: você precisa de ajuda, não de bajulação ou de inveja.

4) Busque se diferenciar da concorrência

Pense em formas interessantes e criativas de chegar até ao seu cliente para oferecer seu produto. Pode ser que você esteja vendendo um produto comum, como um brigadeiro ou uma pipoca, mas por que não pensar em uma embalagem diferente, ou numa forma inusitada de abordar o cliente ou divulgar sua empresa? Sempre existem maneiras de inovar! Seja criativo e busque se diferenciar dos seus concorrentes e do que já existe no mercado. Avalie as reações das pessoas e se a estratégia teve resultados.

5) Faça uma autoavaliação

Pare e pense em como você se sentiu ao fazer esse teste com seus amigos. Você ficou realizado, motivado, eufórico? Consegue se imaginar fazendo isso 24 horas por dia? Se a sua resposta for sim, então você está no caminho certo. Mas, se a sua resposta for não, será preciso repensar a sua ideia ou o ramo em que está entrando. Fique atento!

6) Se reinvente constantemente

Saber se reinventar é uma característica de todo empreendedor. Fique sempre de olho no mercado e nas necessidades dos seus clientes naquele momento, para adequar o seu produto ou serviço, se for possível. Quer ver exemplos da vida real?

Quantas confecções, neste momento de crise, passaram a fabricar máscaras? Quantas empresas mudaram o ramo do negócio, ou passaram a vender de forma diferente, para atender às demandas dos seus clientes, que agora estão em casa? Isso nos mostra que essas empresas estavam antenadas às necessidades do mercado e se adaptaram rapidamente para aproveitar as oportunidades de negócio.

Então, se você tem uma ideia de negócio, olhe atentamente para o mercado e pense na melhor forma de oferecer seu produto ou serviço. Toda ideia é passível de mudanças!

7) Vá com calma e acredite na sua ideia

Por fim, tenha sempre em mente que o importante é ir com calma. Vá devagar e dê um passo de cada vez. Se você acredita na sua ideia, não desista no primeiro obstáculo. Use as críticas para melhorar, busque alternativas quando perceber que não está no caminho certo, se reinvente quando for preciso. Persistência é o sobrenome de todo empreendedor. Lá na frente, você será recompensado por ter se dedicado à sua ideia com tanta determinação. E lembre-se, o Sebrae está aqui para te apoiar em todos os momentos!

 

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora