ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e eventos do seu estado

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Fri Oct 09 07:37:17 GMT-03:00 2015
Inovação
Conhecendo melhor os animais
Conhecer as principais características dos animais que produzem leite é fundamental para ampliar a sua produtividade.
  • Produção leiteira
  • Visão e audição
  • Zona de fuga
  • Hierarquia social

Produção leiteira

Com a intensificação dos sistemas de produção de leite, tem aumentado a preocupação de técnicos e produtores com questões relativas ao conforto dos bovinos. Vários são os fatores que afetam o bem estar desses animais, dentre eles destacam-se o estresse provocado pelo calor, por problemas de comportamento social das vacas, pelo uso de instalações inadequadas e até mesmo erros de manejo na rotina da fazenda.

Para avaliar o nível de conforto do animal, o mais importante é saber como ele age naturalmente. Quanto mais natural for o seu comportamento no confinamento, estábulo ou em áreas de pastagens, maiores serão as chances de este animal estar dentro de sua zona de conforto. Porém, ainda há muita dificuldade em conhecer os animais, seus hábitos naturais e também as suas limitações.

Visão e audição

Visão

Bovinos enxergam diferente de nós humanos. Eles possuem maior campo de visão em torno do seu corpo.

BOVINO

HUMANO

Podem ver por 300 graus em torno de seu corpo

Podem ver por 180 graus em torno de seu corpo

Enxergam com menor nitidez

Enxergam com maior nitidez

Apresenta dificuldade na percepção de profundidade

Apresenta percepção de profundidade

Conseguem enxergar melhor dentro de um campo de 60 graus a sua frente

Boa visão vertical. Até 140 graus

 

Audição

BOVINO

HUMANO

Sensíveis a sons de alta frequência (8000 Hz)

Sensíveis a sons com frequência entre 1000 e 3000 Hz

 

Por esta razão, as vacas podem ser mais sensíveis a barulhos como:

- Metal esfregando ou batendo em outro metal;

- Barulho de porteiras batendo;

- Som que para e estranho é especialmente estressante para vacas;

- Uso contínuo de rádio em um nível de som normal pode ajudar as vacas a tolerar ruídos inesperados.

Zona de fuga

Os bovinos possuem sua própria zona de fuga e quando outro animal ou uma pessoa passa a fronteira da zona o animal irá reagir, atacando, socializando ou escapando.

O tamanho da zona de fuga depende do caráter do animal:

- Vaca calma possui um espaço menor do que uma vaca nervosa;

- Novilhas precisam de um maior espaço de fuga do que animais mais velhos.

Durante a vida de uma vaca, sua zona de fuga diminui à medida que ela se torna mais acostumada com as pessoas e sua rotina diária.

Com a idade, as vacas frequentemente passam a ocupar um lugar mais elevado na hierarquia do grupo e com isso, passam a ter menos medo das outras vacas.

Os funcionários que conduzem os animais para ordenha, piquetes ou aos cochos de alimentação, terão mais sucesso permanecendo no limite da zona de fuga.

Hierarquia social

A hierarquia social em um grupo é estabelecida na idade jovem e têm componentes de experiências prévias como:

- Herança;

- Gênero;

- Características físicas;

- Medos e emoções.

Um encontro inicial de dois animais frequentemente causa algum tipo de resposta. Se um animal for claramente maior, mais saudável, mais forte e mais velho, a troca entre os dois pode ser apenas um simples gesto, podendo impor a submissão ou produção de espaço físico entre eles.

O medo talvez contribua significativamente para o estabelecimento da dominância. Ela é estabelecida em no novo grupo em média em uma semana, após algumas brigas e ameaças e esta é frequentemente mantida por um simples gesto de ameaça.

As brigas frontais representam 60% dos confrontos que ocorrem para formar o ranking em um rebanho e em seguida aparecem brigas de cabeça-pescoço e de flanco ou lado.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora