this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mercado e Vendas
Elegância e vista de tirar o fôlego
Pela segunda vez, o Atmã Restaurante participa do Chapada Gourmet . Paisagem deslumbrante é um dos ‘ingredientes’ da casa.

Cuiabá/MT – Localizado na borda do chapadão, em Chapada dos Guimarães, a paisagem deslumbrante é um dos ingredientes do “cardápio” do Atmã Restaurante. Tanto que foi determinante no horário de funcionamento da casa, aberta somente no almoço, exatamente por causa do visual. Construída pelo casal Antônio Checcin e Adriana Costa para ser uma pousada de luxo e exclusiva, a edificação acabou abrigando também um restaurante e um salão para eventos que acomoda 280 pessoas.

Amantes da boa gastronomia e apaixonados por culinária, o casal coloca a mão na massa e cuida com esmero de todos os detalhes.

O cardápio é composto por 33 pratos com preços que começam em R$ 29,90 e vão até R$ 79,90, uma forma de abrir o acesso a um leque maior de clientes. Da carta de bebidas constam 31 rótulos de vinho, 10 licores, mais cachaça, cerveja, wisky, café e chá. O serviço do restaurante é feito somente à la carte e com pratos individuais.

A frente da cozinha, Adriana, que é de família mineira e filha de uma “mãe cozinheira de mão cheia”, como se diz em Minas Gerais. “Aprendi muito coisa com minha mãe e minha irmã. Sempre que tenho alguma dúvida, ligo para elas. Além disso, minha mãe vem sempre ficar conosco e nos ajuda bastante. A costelinha suína, por exemplo, é uma receita dele, o nhoque de mandioquinha, da minha irmã”. Antônio, filho de mãe árabe, também cozinha e esfirra é uma de suas especialidades. Além disso, desempenha o papel de “provador e aprovador dos pratos”.

Durante o Chapada Gourmet, o prato principal do Atmã é um filé Flinstones acompanhado de abóbora caramelizada. De entrada, pasta de beringela ao azeite saborizado e biscoitinhos caseiros, e a sobremesa um parfait ao licor de laranja com praline de pistache e coulis de framboesa. Adriana conta que sempre quis colocar um corte Celeiro no cardápio, por causa da qualidade excepcional da carne. “Aproveitamos ao máximo os ingredientes produzidos o mais próximo possível”, diz, revelando ter uma preocupação com a sustentabilidade – a edificação conta com captação de água de chuva, fossa ecológica, energia solar e Adriana adianta que pretendem desenvolver um projeto de reciclagem e de gestão ambiental.

Segundo ela, o festival ajudou muito a divulgar o restaurante no ano passado e o trabalho de preparação dos pratos com o consultor foi muito bom para a maior integração da equipe. “O Sebrae ajuda a cobrar para que tenhamos um desempenho cada vez melhor”, constata, acrescentando que a expectativa para a edição 2014 do Chapada Gourmet 2014, que será de 19 a 23/11, é das melhores. Informações no site www.mt.sebrae.com.br

Conteúdo relacionado