this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Thu May 06 11:30:06 BRT 2021
Planejamento | PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Saiba como reduzir custos e melhorar o faturamento do seu negócio

Apesar de não ser fácil, algumas ações estratégicas simples e uma nova cultura organizacional são capazes de evitar demissões e até o fechamento de empresas

· 06/05/2021 · Atualizado em 06/05/2021

Reduzir custos e enxugar gastos têm sido uma realidade para muitas micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais. Em tempos de dificuldades e crises financeiras, como a que se apresenta devido à pandemia do coronavírus, essas são umas das primeiras medidas a serem tomadas. Pode não parecer fácil, mas algumas ações estratégicas simples e uma nova cultura organizacional são capazes de evitar demissões e até o fechamento de negócios.  

Se você é empreendedor e sente que está em um beco sem saída, não se desespere! Planejamento é a chave para garantir uma melhor condução da sua empresa. Por isso, preparamos uma lista com dicas práticas que vão te ajudar a cortar gastos desnecessários e, ainda, aumentar as vendas do seu negócio. Para outras informações sobre esse e outros temas, acesse o Orienta Sebrae, sua caixa de ferramentas anti-crise.

 

  1. Comunique-se 

A comunicação entre gestores e equipe é uma ferramenta indispensável no dia a dia de uma empresa. Além de melhorar rotinas, uma comunicação clara aumenta a produtividade e reduz falhas em processos que podem custar dinheiro. Além disso, ouvir os funcionários e mantê-los informados sobre as ações em vigor na empresa também vai auxiliar na redução de custos, a partir de sugestões e do engajamento para cumprir o objetivo.  

 

  1. Automatize processos

Nem todas as atividades de rotina em uma empresa precisam ser executadas por funcionários. Com o apoio da tecnologia, processos internos podem ser automatizados, contribuindo não só na redução de custos, mas também na produtividade e assertividade das ações. Ao automatizar processos, custos antes investidos nessa atividade podem ser realocados. 

 

  1. Analise contratos com fornecedores e serviços 

Os contratos com fornecedores e serviços devem ser reavaliados de forma periódica. Analisar o mercado, pesquisar outras possibilidades e ver o que está sendo oferecido é muito importante para não ficar preso em contratos outrora vantajosos. Isso vale para todos os fornecedores, desde matéria-prima até internet e telefonia. Faça tudo com calma e cautela, e avalie a relação custo-benefício do negócio que está sendo selado. 

 

  1. Ajuste ações de marketing 

O marketing é um grande aliado na hora das vendas. Com o cenário atual, o marketing digital, que já era tendência, se tornou algo fundamental no enfrentamento à crise. Por isso, para fortalecer a sua empresa e otimizar as vendas do seu negócio, investir na mídia digital e estar presente nas redes sociais é essencial. Reavalie suas ações de marketing e direcione a comunicação para a abordagem correta.  

 

  1. Personalize o serviço ao cliente  

Em meio a tanta concorrência, dois fatores são fundamentais na decisão de compra de um cliente: qualidade do serviço/produto oferecido e satisfação pós-venda. Por isso, personalize o atendimento ao seu cliente, oferecendo o maior número de canais de comunicação possíveis. Além de diminuir chances de demandas e despesas futuras por erros de comunicação ou insatisfação, um atendimento qualificado fideliza clientes. 

 

  1. Não corte custos onde não deve 

Talvez essa seja a dica mais importante de todas. Por mais que o seu objetivo seja reduzir custos e criar uma estratégia de sobrevivência para a sua empresa, é preciso evitar decisões precipitadas e apressadas. Analise com calma as prioridades e possibilidades, visando o retorno a curto, médio e longo prazo. Estude os impactos dos cortes e avalie as consequências.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado