this is an h1

this is an h2

Fri Nov 19 11:24:18 BRT 2021
Mercado e Vendas | EMPRESA
Como tornar o meu negócio um local turístico?

Descubra como tornar o seu negócio mais atrativo e despontá-lo como ponto de visita e consumo entre os turistas da sua região!

· 17/11/2021 · Atualizado em 19/11/2021
Imagem de destaque do artigo

"Como tornar o meu negócio um local turístico?" — esse é um desafio para o qual muitos empreendedores buscam respostas. Afinal, diversas cidades do país recebem um fluxo frequente de visitantes que contribuem para movimentar o mercado e aquecer a economia local. Porém, são poucos os estabelecimentos fora do eixo de turismo tradicional que se adaptam para atrair esse público e muito menos para se tornar uma atração para ele.

Com isso em mente, trouxemos um post com estratégias para você transformar o seu empreendimento e aumentar as suas possibilidades comerciais ao explorar esse nicho. Algumas delas, inclusive, podem ser desenvolvidas por meio de parcerias com outras empresas ou com o governo local. O assunto despertou o seu interesse? Então, continue lendo para saber mais!

Escolha um estabelecimento diferenciado para o seu negócio

A escolha do local onde o seu negócio vai operar deve levar em conta, além da praça de atuação, da acessibilidade, dos custos de manutenção e afins, a estrutura do espaço físico. Isso porque você pode ir além do funcionamento básico de um comércio, que foca a venda de produtos e/ou a oferta de serviços, e fornecer ao consumidor um lugar diferente de tudo que ele já viu ou com o que já está acostumado.

Crie um local no qual ele pode consumir e, ao mesmo tempo, ter uma experiência de compra que mexe com a curiosidade e com a imaginação, promove bem-estar, estimula o autocuidado e a autoestima, gera lazer e entretenimento etc. Para exemplificar, imagine um imóvel que é transformado em uma livraria.

No entanto, como ele já tem um espaço ao ar livre que é parte da estrutura interna, você aproveita essa parte para transformá-la em um canto de leitura com jardim, área para pets, brinquedoteca etc. Ou seja, são atrativos a mais para os seus clientes e que, sem sombra de dúvidas, diferenciam o seu negócio dos concorrentes.

Invista na decoração do estabelecimento

A decoração pode ser uma peça-chave para quem se questiona sobre "como tornar o meu negócio um local turístico?". Isso porque um espaço projetado por profissionais serve não só para otimizar e realçar as características da área, mas, principalmente, para dar uma identidade a ele — e o consumidor cada vez mais valoriza isso.

Afinal, por meio dessa identidade, o próprio cliente pode expressar o estilo de vida que leva, dar voz às bandeiras em que acredita e cultuar os hobbies e as paixões que tem. Por exemplo, imagine um café com uma decoração inspirada em cenários de grandes produções da TV e do cinema (como Friends, Star Wars, O Poderoso Chefão, Vikings etc.).

Um espaço assim facilmente desperta a curiosidade do público, pois foge do lugar-comum e oferece a experiência de o cliente não só se sentir acolhido, mas também imerso em algo que ele acompanha no dia a dia, consome com avidez e conhece a fundo. Portanto, isso rapidamente ganha o boca a boca e chega a pessoas de outras cidades e estados que vão ficar interessadas em dar, pelo menos, uma passadinha no comércio ao visitarem a sua região.

Disponha de ambientes integrados no local

Para além da estrutura do estabelecimento e da decoração, é uma boa ideia dispor de um lugar com ambientes integrados, especialmente quando são prestados serviços diferentes em cada um deles — serviços de uma só marca ou de uma parceria entre empresas.

Para ilustrar, imagine um bar que é conectado, simultaneamente, a uma casa noturna e a um anfiteatro para apresentações musicais ao vivo. Com o investimento em um negócio múltiplo como esse, o seu cliente passa a contar com três opções de lazer e diversão. Todas a pouco passos de distância uma da outra.

Ou seja, é tudo muito prático, cômodo, dinâmico e instigante para ele. Além disso, a exclusividade que cantos assim proporcionam aumenta o interesse e o marketing boca a boca sobre o espaço, algo que é excelente para quem se questiona acerca de "como tornar o meu negócio um local turístico?".

Monte um espaço para as redes sociais

Estamos na era do digital. Esse é um momento em que as redes sociais não só estão em alta, mas também são uma parte importante do dia a dia das pessoas. Não é para menos que elas querem registrar e publicar tudo aquilo que fazem e que é importante para a construção da imagem online delas.

Pensando nisso, aposte em uma ou mais áreas do seu estabelecimento que sejam voltadas para a interatividade com a internet e que forneçam um território fértil para essa produção de conteúdo para o Instagram, para o Twitter, para o Facebook, para o TikTok etc.

Por exemplo, pense em um local personalizado e com uma iluminação profissional para fotos ou um cenário para a gravação de vídeos (em especial, os famosos challenges da rede). Dependendo do seu tipo de comércio, também é possível cogitar outros formatos de espaços, como estúdios de transformação para lojas de produtos de maquiagem ou salões de beleza.

Apresente os seus produtos de forma criativa

Além do que foi dito, é uma boa ideia investir na apresentação dos seus produtos, pois isso pode se transformar no destaque do seu estabelecimento. Aquilo que chama atenção do público atrai curiosos e cativa fregueses que buscam vivências únicas e até mesmo fora da zona de conforto deles.

Imagine que você tem uma coquetelaria. Nesse caso, dá para inovar na forma como as bebidas são servidas ao público. Além de nomes diferenciados ou peculiares e do uso de ingredientes exóticos, elas podem vir em copos e taças em formatos variados e que fazem alusão direta ou indireta a outros elementos.

Por exemplo, um drink pode ser servido em uma "minibanheira" ou em um "ovo de dragão", enquanto outra bebida pode vir acompanhada de frutas esculpidas.

Conte com um cardápio regional típico

Esta sugestão é especial para quem tem um negócio no ramo gastronômico, como restaurantes, bistrôs, confeitarias, cantinas e afins: tenha um cardápio especializado em comida regional. Vale lembrar, inclusive, que o menu pode ser bastante diversificado, contendo lanches, quitutes, bebidas, refeições completas e/ou sobremesas.

Essa é uma forma simples, mas, ainda assim, bastante eficaz para converter o seu estabelecimento em um ponto turístico. Afinal, a culinária local é um atrativo tanto para o público da região — habituado com esses tipos de pratos — quanto para pessoas de fora — que querem conhecer e experimentar novos sabores.

Em longo prazo, a sua marca pode se consolidar como um espaço que valoriza a comida típica da cidade e/ou do estado e que resgata as tradições gastronômicas — até mesmo com o apoio promocional de iniciativas culturais do governo local. Assim, o negócio se tornará uma parada praticamente obrigatória para quem quer "turistar" na área e conhecer mais sobre os costumes locais.

Utilize referências locais

Uma alternativa para além dos "comes e bebes" típicos é a utilização de referências locais na sua empresa. Elas podem estar na decoração, nos produtos e nos serviços que são ofertados, no vestuário dos funcionários e por aí vai. Essas referências evocam aquilo pelo qual a região é conhecida no país e que representa a cultura, a história e os interesses do povo.

Como exemplo, imagine uma loja de roupas onde todo o espaço interno funciona como um mapa ampliado da cidade, com elementos que destacam e remetem aos principais pontos turísticos dela (centros históricos, cenários naturais, construções arquitetônicas etc.). Isso não só torna o comércio informativo, como gera mídia e buzz na internet, atraindo turistas que podem usar o espaço como ponto de partida para os passeios e programas no município.

Realize eventos no local

Para encerrar, vale a pena considerar a realização de eventos no estabelecimento, principalmente se ele conta com espaço (fechado e/ou aberto) para um público de porte médio. Eles podem ser voltados, por exemplo, para questões culturais, gastronômicas, históricas ou festivas da região — como fomento ao turismo local — e ser realizados com o apoio ou a parceria do governo.

Essa é uma maneira bastante efetiva de entrar no circuito turístico da cidade e atrair visitantes que desejam conhecer mais a fundo o destino em que estão e que querem ter contato com nativos. Afinal, nada melhor do que uma celebração para esses objetivos.

Vale lembrar que os eventos também podem ter um caráter maior de entretenimento e diversão para nichos específicos do mercado. Ou seja, possibilidades não faltam para diversificar a agenda do espaço e movimentá-lo ao longo das semanas.

Agora que respondemos à sua dúvida sobre "como tornar o meu negócio um local turístico?", não perca tempo! Avalie as sugestões do texto para identificar aquela(s) mais viável(is) para a sua empresa e planeje-se para colocá-las em prática. Assim, a sua marca passará a estar no radar dos turistas e haverá a oportunidade de alcançar um maior faturamento, uma publicidade gratuita online e offline, mais competitividade comercial e consolidação dos seus serviços no mercado.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora