ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Empreendedorismo
Agronegócios - Pecuária Bovina
Queremos trabalhar para que através de tecnologias especializadas possamos levar e elevar a qualidade dos plantéis especializados na produção de leite e carne.

Pecuária Bovina

Objetivo

Melhoramento genético e elevação da qualidade dos plantéis especializados na produção de leite e carne, fazendo uso das biotecnologias de Fertilização In Vitro (FIV) e Transferência de Embriões (TE).

Conteúdo

Etapa 01 - Seleção das doadoras e receptoras + aspiração folicular

Seleção criteriosa das doadoras, animais geneticamente superiores, e das receptoras, fêmeas ‘comuns’ com habilidade materna e ótimas condições reprodutivas. Em seguida, é realizado o protocolo hormonal nas receptoras e as aspirações foliculares nas doadoras, etapas que seguem um rigoroso calendário biológico, definido pelo médico veterinário e acordado com o produtor.

Etapa 02 - Maturação in vitro

Etapa de maturação iniciada a partir do momento de recuperação dos oócitos, realizada na propriedade e finalizada em laboratório, sendo os oócitos recuperados através de aspiração folicular guiada por ultrassom. Procedimento que, por ser minucioso, é realizado por médico veterinário especializado. 

Após a coleta, os  oócitos são  selecionados e classificados com auxílio de um microscópio estereoscópio. Ao final da busca, seleção e classificação, são acondicionados e transportados até o laboratório. 

Do início do processo de aspiração à chegada ao laboratório, vários são os cuidados para preservação da qualidade dos oócitos, incluindo a destinação de criotubo exclusivo para cada doadora. 

No laboratório, os oócitos são transferidos para placas contendo meio de cultura onde terminam o processo de maturação em incubadoras, em um período de 24h. 

O nome “maturação” se deve ao estágio em que os oócitos se encontram e a necessidade de completarem seu desenvolvimento para tornarem-se aptos à fertilização pelo espermatozóide, uma vez que foram retirados do ovário e não ovulados naturalmente. A fertilização, por sua vez, geralmente é feita com o uso de sêmen sexado.

Etapa 03 - Transferência de embriões

Ao término do período de maturação, os embriões viáveis são classificados e envasados individualmente em palhetas, para que possam ser transferidos nas vacas receptoras, “barrigas de aluguel”.  

Etapa 04 - Diagnóstico de gestação 

O diagnóstico de gestação é feito por imagem, através de um aparelho de ultrassom, entre o 35º e 40º dia da realização da transferência de embriões. São, então, separados os animais não gestantes e feito um trabalho de hormonioterapia, a fim de que sejam fertilizados por Inseminação Artificial (IA) ou monta natural, com uso de touro registrado.

Público-Alvo

Selecionadores e produtores de bovinos especializados em leite ou carne. 

Carga Horária

Aproximadamente 300 dias.


O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço sem custos para você.

Converse agora