Pular para o conteúdo principal
Planejamento | MODELO DO NEGÓCIO

Aprenda a montar o seu próprio Modelo de Negócios

Confira aqui dicas para entender melhor a ferramenta

· 08/11/2017 · Atualizado em 08/11/2017

O Modelo de Negócios ou Canvas é uma das ferramentas mais utilizadas por empreendedores e empresas, para iniciar um negócio ou inovar nas empresas já constituídas.

A ferramenta tem como objetivo levantar e descrever os aspectos mais importante para verificar a viabilidade da sua ideia de negócio. Para as empresas em atuação, o Canvas pode auxiliar na visualização das novas ações e inovações que se pretende fazer.

Por meio do preenchimento do quadro é possível visualizar a criação, a entrega e a captura de valores de negócio, verificando se tudo se encaixa.

O modelo é composto por nove áreas que compõem um negócio, agrupados em quatro questões que devem ser respondidas:

O que? 

A resposta será a proposta de valor do seu negócio ou ação. A proposta de valor é o motivo pelo qual as pessoas adquirem seus produtos ou serviços. Estabelecer o valor da sua empresa, vai muito além de definir produto ou serviço, é determinar a razão pela qual sua empresa se diferencia das demais. Pense se estará atendendo a uma necessidade, resolvendo um problema ou melhorando alguma situação existente.

Para quem?

Para definir a quem se destina seus produtos ou serviços, o quadro traz os seguintes blocos:

  • Segmento de cliente: Defina o público que deseja atender. Determine seus consumidores conforme o seu comportamento de compra, hábitos de consumo, preferências, dados demográficos e socioeconômicos.

 

  • Canais: De qual forma os seus produtos ou serviços chegarão aos clientes? Estabeleça se será por meio de distribuidores, por atacado, venda direta, loja física ou online. Os canais serão integrados?

Lembre-se, com a internet e a melhora da experiência do cliente ao consumir produtos e serviços, os clientes esperam mais comodidade e flexibilidade, assim quanto mais curto for o caminho que seu cliente fizer até você, melhor.

 

  • Relacionamento com clientes: Decida as estratégias para conquistar e manter uma boa relação com seus clientes, tornando-os fiéis ao seu negócio e ampliando as vendas. Procure entender quais são as necessidades e hábitos do seu consumidor e pense em estratégias que se adequem a isso.

 

Após definir os requisitos acima, você está pronto para descobrir como e quanto ganhará. Nesta hora, defina o quinto bloco do quadro, fontes de receita, ele tratará basicamente de quanto e como os clientes pagarão pelo produto ou serviço que oferece.

Como?

Todo negócio precisa de uma estrutura para funcionar. Então pense e determine os seguintes pontos:

  • Recursos principais: Tudo o que precisa para fazer o seu negócio funcionar. Liste os quatro tipos de recursos essenciais:

           - Físicos (máquinas, equipamentos, móveis e o local);

           - Intelectuais (colaboradores que tenham conhecimentos e habilidades que desenvolverão a sua proposta de valor);

           - Humanos (equipe auxiliar para executar as atividades);

           - Financeiros (capital próprio que fará o negócio funcionar).

 

  • Atividades principais: é o que constituirá todas as ações mais importantes e necessárias para o funcionamento do seu negócio. Desde as atividades relacionadas diretamente à produção do produto ou a prestação do serviço até as tarefas administrativas como pagar uma conta ou um fornecedor.

 

  • Parceiros principais: Liste fornecedores e parceiros que podem ajudar na otimização e redução de riscos no negócio.

Quanto?

Chegamos a última parte do quadro, a estrutura de custos, nela você levantará todos os custos envolvidos na operação do negócio para realização da proposta de valor.

 

Após a finalização do modelo de negócios, observe atentamente se todos os blocos estão em harmonia. Veja se sua proposta de valor atende o segmento de clientes, ou se as receitas são suficientes para cobrir os seus custos. Se encontrar algo que não está encaixando, pense, encontre uma solução e refaça. Esteja sempre de olho no seu modelo e o atualize-o sempre que puder. Afinal de contas, mudanças constantes fazem parte do processo de empreender.

 

Ainda está com dificuldades em criar o seu modelo de negócio? Inscreva-se no curso Começar Bem – Transforme sua Ideia em Modelo de Negócio.

Consulte o Sebrae mais próximo de você AQUI, ou entre em contato no 0800 570 0800.

Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora