Empreendedorismo

Arena Sebrae aborda o papel dos meios digitais na retomada da economia

Webinar e-commerce reuniu a empresária Luisa Trajano, a senadora Kátia Abreu e Carlos Melles, presidente do Sebrae

O meio digital como forma de impulsionar as vendas do comércio foi o tema do encontro Webinar E-commerce, realizado nessa quinta-feira (22), durante a programação do Arena Sebrae. O painel contou com a participação do presidente do Sebrae, Carlos Melles; da senadora Kátia Abreu e da empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza. O Arena Sebrae tem o objetivo de discutir e compartilhar o conhecimento sobre inovação, tecnologia e empreendedorismo.

Melles destacou a importância da presença feminina no empreendedorismo. “Eu me sinto muito feliz e orgulhoso por estar junto com mulheres empreendedoras, uma com atuação na política e outra uma das principais empresárias do Brasil. Essa visão altruísta que as elas têm, juntamente com a capacidade de harmonizar é o que nós precisamos neste momento e esse é o caminho do futuro do empreendedorismo. Eu e o Sebrae saímos maior desse encontro e eu só posso agradecer”, comentou.

Para Luiza Trajano, a profissionalização da micro e pequena empresa e a presença digital são fundamentais. “Este ano os grandes empresários pararam para saber sobre os microempreendedores e posso afirmar que nunca o mercado foi tão bom como será no período pós-pandemia. Para isso é necessário entender que o consumidor mudou e que o digital já é uma realidade. Não adianta ficar fora dele. Além disso, é muito importante se profissionalizar, buscar conhecimento e fazer acontecer, e o Sebrae possui excelentes cursos e profissionais para ajudar os empreendedores neste momento”, comentou.

Sobre as ações do governo, a senadora Kátia Abreu ressaltou que inicialmente elas tiveram o objetivo emergencial de acolher as pessoas afetadas pela crise e recuperar significativamente a economia. “As ações adotadas até o momento, foram para apagar o incêndio. Mas agora é hora de formatar o novo normal, fomentar a cultura do digital. As empresas, mesmo as físicas, precisam buscar ferramentas online para impulsionar vendas e melhorar os processos internos. Também precisamos de líderes cidadãos, que invistam na inovação, no ser humano, que lutem contra desigualdades e que pensem no crescimento do país”.

Para finalizar, Melles afirmou: “Desde antes da pandemia orientamos nossas unidades estaduais a se estruturarem para levar o digital para a micro e pequena empresa, para que sejamos o Sebrae que o Brasil precisa. Agora nosso objetivo agora é levar a educação digital e empreendedora para as escolas, pois é muito importante na formação das crianças e jovens. Não sabíamos nada sobre a pandemia, porém a retomada e o futuro são digitais”.