SUBSÍDIOS DE INOVAÇÃO PARA MPE

Como conseguir aporte financeiro para seu projeto de inovação

Contrato entre Sebrae e Embrapii amplia recursos para desenvolvimento de novas soluções para a indústria.

  • Como contratar?

Micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais e startups de base tecnológica têm agora uma nova forma de conseguir aporte financeiro para seus projetos de inovação industrial. O contrato entre o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) é uma grande oportunidade para aumentar a competitividade e se diferenciar no mercado.

Vantagens:

  • Conjunto de instituições e equipes de profissionais de excelência à disposição em todas as etapas do projeto.
  • Modelo de cooperação para desenvolvimento de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação ágil e flexível.
  • Fluxo contínuo de recursos para o desenvolvimento dos projetos (não é preciso esperar abertura de edital).
  • Possibilidade de aumento da complexidade dos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.
  • Menos custo e risco no desenvolvimento dos projetos.

Como contratar?
  • O que é a iniciativa?

O que saber antes

Poderão ser apoiados, no máximo, dois projetos por uma mesma MPE ou MEI, desde que tenham escopo e objetivos distintos. O segundo projeto só poderá ser iniciado após a conclusão formal do primeiro.

A empresa deve ter Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) industrial ou ligada à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e estar em dia com as suas obrigações fiscais e tributárias.

O nível de maturidade tecnológica do projeto deve ser intermediário (nem ainda na fase de pesquisa acadêmica nem quase pronto para o mercado). O recurso não poderá ser usado para aquisição de equipamentos.

Como ter acesso aos recursos

1. A empresa interessada procura o Sebrae mais próximo, que indicará a unidade Embrapii com a competência tecnológica específica para o projeto.

2. O atendente da área de indústria ou inovação preencherá um formulário com base nas informações prestadas pelo usuário sobre seu projeto e encaminhará para a unidade Embrapii mais pertinente, por e-mail.

3. A empresa poderá apresentar inicialmente apenas a ideia do projeto. Se a unidade Embrapii considerar ser viável e interessante, eles demandarão mais informações e exigirão a documentação do empresário durante a negociação do projeto.

4. Após aprovado, a Embrapii aporta, no máximo, um terço dos recursos.

5. Os dois terços restantes serão divididos entre a empresa, o Sebrae e a unidade Embrapii que desenvolverá o projeto (os recursos Embrapii e do Sebrae não são reembolsáveis).

6. O empresário deve dar uma contrapartida de no mínimo 10% do valor do projeto. Caso ainda precise de mais apoio para essa  contrapartida, ele poderá buscar outras fontes de recursos financeiros, como Finep, BNDES e bancos de desenvolvimento.

7. Após a contratação, o empresário também pode procurar novamente o Sebrae para participar de eventos, cursos ou consultorias, a fim de melhorar a performance da empresa e os resultados do projeto.

Modalidades de projetos apoiados

O que é a iniciativa?
  • Como contratar?

O contrato entre o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) tem o objetivo de dar aos pequenos negócios acesso à infraestrutura e conhecimentos científicos e tecnológicos das unidades da Embrapii.

A inciativa amplia o limite de recursos não reembolsáveis para o desenvolvimento de projetos de inovação industrial.

Além da Embrapii, o Sebrae também aporta recursos financeiros, mas eles são considerados como parte da contrapartida da empresa, diminuindo o valor do investimento que ela precisaria dispor.

Saiba mais

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: