ECONOMIA CRIATIVA

Incubadora e aceleradora: qual a diferença entre elas?

Entenda qual desses modelos de apoio a novos negócios melhor se encaixa na sua empresa.

No universo empreendedor, estamos acostumados a ouvir sobre incubadoras de empresas, mas a partir desse ano você escutará bem mais sobre aceleradoras. Essa mudança acontece porque, hoje em dia, existem soluções diferentes além da incubação para apoiar novos negócios. Afinal, empresas com estágios e objetivos diferentes precisam de apoio de formas diferentes.

Ficou curioso para saber mais sobre cada modelo?

Então observe as características e diferenças de cada um:

Qual o modelo certo para a sua empresa?

Como falamos antes, o modelo certo dependerá dos objetivos do seu negócio. Em geral, se sua startup está em busca de uma inovação radical ou de um modelo de negócios escalável e repetível, procure uma aceleradora. Mas se o seu modelo de negócios é mais baseado na economia tradicional, é provável que o ideal seja procurar uma incubadora.

Empresas com estágios e objetivos diferentes precisam de apoio de formas diferentes. 


Independentemente de qual das duas escolher, o importante é saber que esse tipo de apoio pode trazer insights significativos para o seu negócio, além de investimentos e possibilidades de expansão.

Se você quer saber mais sobre a gestão de novos negócios, confira a página de startups do Sebrae. Até a próxima!

Autor convidado: Yuri Gitahy, fundador da Aceleradora.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: