A falta de tempo e a necessidade de preparo rápido do alimento contribuiu para o crescimento do mercado de produtos prontos congelados

Alimentos congelados

Com a entrada da mulher no mercado de trabalho, a escassez de mão de obra para cozinhar e o crescente número de pessoas que vivem sozinhas, a indústria de alimentos passou por grandes mudanças, a fim de se adequar às transformações da sociedade.

Os produtos prontos congelados, como os salgados, oferecem comodidade e praticidade na preparação de alimentos.

A fabricação de congelados pode oferecer produtos à base de carnes, aves, peixes e vegetais, massas, sobremesas e salgadinhos para festas. 

Dicas de sucesso

Produtos

Procure se especializar na produção de um ou dois produtos. Isso ajuda na redução de custos de fabricação, pois, na hora de comprar os ingredientes, o poder de negociação com o fornecedor será maior, porque os insumos serão sempre os mesmos, e comprados em grande quantidade.

Produção

A aquisição da matéria-prima, a programação da produção, o gerenciamento do estoque e as demais atividades relacionadas à produção devem ser planejados de acordo com o perfil e o volume das demandas do mercado consumidor, evitando-se perda ou falta de produtos.

Matéria-prima

Antes da utilização dos ingredientes na preparação do produto, é essencial que seja feita sua higiene, lavando as embalagens e limpando produtos naturais, como ovos, legumes e verduras.

Congelamento

O congelamento dos alimentos deve ser feito a uma temperatura de -18ºC, retardando o crescimento de bactérias e conservando-os. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, esse processo não melhora nem piora a qualidade da comida, se feito da forma correta.

Armazenamento

Os produtos são armazenados em uma câmara fria e os alimentos que sairão primeiro devem ficar mais próximos da porta, para que ela não fique aberta por muito tempo, o que contribui para a economia de energia.

Embalagem

As embalagens que acondicionarão os produtos devem ser resistentes e hermeticamente fechadas. As mais baratas são as de isopor e devem ser usadas apenas para salgados. Embalagens servem como meio de autopromoção do produto e sua aparência influencia a compra do consumidor.

Rótulo

O rótulo deve apresentar os dados da empresa: nome, endereço, CNPJ, registro, além de informações sobre o produto, como ingredientes, tabela nutricional, data de fabricação e validade, modo de preparo e o código de barras.

Comercialização

A empresa pode optar por uma marca própria ou vender seus produtos para empresas que utilizarão as próprias marcas, como supermercados. A primeira opção necessita de muitos investimentos em marketing, para tornar a marca conhecida do público. Já a segunda se aproveita do nome e fama de outras marcas.

Normas técnicas

Norma técnica é um documento de caráter universal, simples e eficiente, no qual são indicadas regras, linhas básicas ou características mínimas que devem ser seguidas por determinado produto, processo ou serviço.

As normas técnicas podem ser utilizadas para:

  • Racionalizar processos, eliminando desperdícios de tempo, de matéria-prima e de mão de obra
  • Assegurar a qualidade do produto oferecido ao mercado
  • Incrementar as vendas de produtos em outros mercados
  • Reduzir a troca e a devolução de produtos
  • Reverter o produto, processo ou serviço em patrimônio tecnológico, industrial e comercial para o país, em relação ao mercado internacional
  • Reforçar o prestígio de serviços prestados e a marca
  • Garantir saúde e segurança

Fique atento às normas técnicas relacionadas à segurança de alimentos e tenha sucesso em seu negócio.

Como montar uma fábrica de alimentos prontos congelados

Fonte: Sebrae Minas Gerais - 13/12/2016