Emissores NF-e e CT-e

O Sebrae disponibiliza a versão 4.0.1 do Emissor de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), o único gratuito de todo o país.

      • Caso esteja com dificuldade de usar o emissor, veja este tutorial de correção e baixe novamente a ferramenta.
      • Consulte as Informações de Rejeições que podem acontecer no Emissor de NF-e clicando aqui.
      • Versão 4.0.1
        No dia 24 de agosto disponibilizamos uma atualização do Emissor de Nota Fiscal – Versão 4.0.1, que visa melhorar a performance do aplicativo.
        Desta forma se estiver com dificuldades de abrir o Emissor em seu computador, orientamos que faça o download do Emissor novamente.
      • IMPORTANTE: Atualização do Java 201 (caso seu emissor não esteja abrindo)
        A versão 8 do Java foi atualizada para a 201. Com esta atualização seu emissor poderá:
        1. Desabilitar o atalho na área de trabalho:
        Solução: Exclua o atalho da área de trabalho, acesse no PAINEL DE CONTROLE JAVA na aba GERAL o botão EXIBIR. Abrirá o “Visualizador de Cache”, então selecione o emissor 4.01 com o botão direito do mouse selecione instalar o atalho. Teste o atalho. Se o emissor não abrir. Acesse novamente o “Visualizador de Cache” exclua o programa e instale-o novamente.
        Obs.: a pasta Database que possui todas informações do emissor não é alterada com este procedimento.

Não sabe acessar o painel de controle java? Saiba mais no site: www.java.com e pesquise “como acessar painel de controle java”

Recomendações técnicas
  • Emissores NF-e e CT-e
  • Dicas de uso

  • Recomendamos que sejam utilizados preferencialmente os sistemas operacionais Windows 7, 8 ou 10, em caso de instalação com o uso de outros sistemas operacionais leia as Instruções de Instalação logo abaixo.
  • Para a instalação do emissor NF-e 4.0.1 e CT-e versão 3.0, antes de iniciar o procedimento de abertura e instalação do aplicativo, o Java deve estar atualizado.
  • Para a instalação do emissor de NF-e versão 3.10 ainda é necessária a inserção do endereço http://conteudo.sebrae.com.br na lista de exceções: abra o Painel de Controle do Java > clique na aba “Segurança” > clique em “Editar lista de sites” > adicione o endereço > clique em adicionar > continuar > “ok”. Veja mais detalhes do passo a passo. Reforçando que a versão atual do Emissor de NF-e é a versão XML 4.0.
  • A opção de recebimento de arquivos importados para preenchimento da nota fiscal não está disponível no momento. Dessa forma, a única opção disponível é o preenchimento manual dos campos. 
  • O manual de importação e exportação do TXT dessa versão do Emissor de NF-e ainda não está disponível.
  • Caso seu emissor seja a versão 3.10 da Secretaria da Fazenda, você poderá acessar seus arquivos após a instalação do Emissor de Produção 3.10 de NF-e e fazer a migração para a versão 4.0.1.

Importante: caso ocorra a mensagem de erro de que o Java (TM) Web Launcher parou de funcionar, realize o procedimento abaixo.

 

Dicas de uso
  • Recomendações técnicas
  • Rejeição de nota fiscal

Tire as principais dúvidas sobre a instalação e o uso do emissor nos vídeos tutoriais abaixo.

  • Aprenda a fazer a importação do Emitente, Clientes, Produtos e Transportadoras da versão 3.10 para a versão 4.0.1. Notas fiscais não podem ser importadas devido à mudança de layout.

  • Saiba como vincular o Certificado Digital na versão 4.0.1 Emissor de Nota Fiscal via repositório do Windows. Caso você esteja com problemas com a vinculação (erro via aplicativo), orientamos que faça a vinculação do certificado pelo repositório, veja o passo a passo no vídeo abaixo. 

  • Confira dicas e informações de alguns dos novos campos do Emissor de Nota Fiscal 4.0.1. Fique atento ao preenchimento correto dos campos.

Dúvidas e problemas com o Emissor de Nota Fiscal 

  

Rejeição de nota fiscal
  • Dicas de uso

Rejeições do Emissor de Nota Fiscal (NF-e Modelo 55)  n.º 611 e 612 e as de n.º de 882 a 896

A Nota Técnica 2017.001 trouxe a questão de Validação GTIN para os emissores NF-e (4.0.1) e também as mensagens padrão de rejeição. As mensagens (Rejeições n.º 611 e 612 e as de n.º de 882 a 896) que os usuários têm recebido se referem ao código de barras dos produtos. Para tratá-los, siga as orientações abaixo:

  • para a solução da rejeição, deverão ser informados os código de barras do produto nos campos EAN e EANTrib no momento da emissão da nota; ou 
  • para produtos que não têm código de barras com GTIN, deve ser informado o literal (sem aspas) “SEM GTIN”.

 

Rejeições do Emissor de Nota Fiscal (NF-e Modelo 55)  n.º 900 / 901 / 902 / 905/ 852 / 898 / 850 / 851 

Devido a regra de validação (preenchimento) implementada pela Fazenda a partir 03/09/2018, as rejeições acima destacadas se devem ao erro de preenchimento na aba "Cobrança". Estas rejeições podem ser corrigidas a partir da leitura da Nota Técnica 2016.002 v 1.60, localizadas nas páginas 51 (regra de validação) e 63 (descritivo das rejeições).

Importante!

  • Caso preencha esta aba (Cobrança) é necessário também preencher todos os campos da Fatura, são eles: Número, Valor Original, Valor do Desconto (0,00 se não existir desconto) e Valor Líquido.
  • Se o campo "Duplicatas" for incluído, o preenchimento dos campos da "Fatura" também devem ser informados, são eles: Número, Valor Original, Valor do Desconto (0,00 se não existir desconto) e Valor Líquido.
  • Há uma nova regra para empresas optantes pelo SIMPLES que emitem nota fiscal de papel (modelo 1 e 1A). Confira se a sua empresa se enquadra e veja mais informações clicando aqui.

 

Canais de apoio

Para mais informações e detalhes de como utilizar o emissor (preenchimento de notas, conhecimentos de transporte ou notas técnicas), consulte seu contador.

Atenção: a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo firmou parceria com o Sebrae para atender uma parcela de contribuintes que ainda utiliza os emissores gratuitos de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).

A Fazenda transferiu para o Sebrae a solução gratuita e, desde julho de 2017, a instituição passou a disponibilizar e atualizar as versões do aplicativo para as empresas. Assim, o emissor é disponibilizado pelo Sebrae em São Paulo, não tendo qualquer vínculo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Estão disponíveis as versões 3.0 do CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico – modelo 57) de produção e teste para o download.