this is an h1

this is an h2

Perguntas Frequentes
  • O que é o CATALISA ICT?

    O CATALISA ICT é uma iniciativa articulada pelo Sebrae, com a parceria de entidades do ecossistema local de inovação, com o objetivo de acelerar e fomentar negócios inovadores de base tecnológica, para alavancar geração de riqueza e bem-estar para a sociedade, por meio da: 

    • criação de empresas de base tecnológica por mestres/mestrandos e doutores/doutorandos;  
    • transferência de tecnologia de pesquisadores/universidades para empresas;  
    • inserção de mestres/mestrandos e doutores/doutorandos, capital humano qualificado, em pequenos negócios. 

  • Quem pode se inscrever no CATALISA ICT? 

    Alunos de pós-graduação, mestrandos e doutorandos de Instituições de Ciência e Tecnologia - ICT públicas e privadas brasileiras de todos os estados do Brasil, assim como os mestres e doutores, com diploma reconhecido no Brasil.  

  • Como se inscrever no CATALISA ICT? 

    O edital de Seleção de Pesquisas com Potencial de Inovação está com inscrições encerradas. Confira o resultado divulgado em março de 2021 que resultou em 1.000 pesquisas selecionadas.


    Para os pesquisadores interessados em submeter o plano de inovação da sua pesquisa, o Edital Catalisa ICT de Planos de Inovação encerrou as inscrições no dia 30/01/2022. Confira o edital.

  • Há custos financeiros para se inscrever no CATALISA ICT? 

    Não. A inscrição no CATALISA ICT é gratuita.

  • O que é o plano de inovação no CATALISA ICT? 

    O plano de inovação é um documento estratégico para orientar a exploração de oportunidades de inovação a partir da pesquisa de mestrado ou doutorado. Durante a capacitação da Etapa 2 – Aprender e estruturar do CATALISA ICT, os participantes são orientados a elaborar o plano de inovação, ainda como pessoas físicas (CPF), conectado aos problemas e desafios de empresas, governos e da sociedade. 

    Os planos de inovação das pesquisas são submetidos ao Edital Catalisa ICT de Planos de Inovação, que está na etapa 2 do CATALISA ICT – APRENDER e ESTRUTURAR. Serão selecionados até 250 planos de Inovação com aporte de até R$150.000,00 em 12 meses, em bolsas e auxílio.

    O edital encerrou o período de inscrições no dia 30/01/2022.

  • O que é o projeto de PD&I no CATALISA ICT? 

    O projeto de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação (PD&I) descreve as atividades da investigação tecnológica com início e final definidos, fundamentada em objetivos específicos e procedimentos adequados, empregando recursos humanos, materiais e financeiros, com vistas à implementação de inovações, ou seja, ao desenvolvimento e à introdução de um produto/serviço no mercado.  O projeto de PD&I deve viabilizar, por meio de uma empresa (CNPJ) - seja do proponente, seja da empresa para qual transferiu sua tecnologia,  a construção de protótipo, unidade-piloto, cabeça de série ou lote piloto, resultantes da Pesquisa e Desenvolvimento, e a realização de testes para inserção do produto/serviço no mercado.

  • Como fica a propriedade intelectual gerada pelas pesquisas apoiadas no CATALISA ICT? 

    Os direitos relativos à propriedade intelectual resultantes da execução de cada projeto no CATALISA ICT deverão seguir a legislação vigente, a política e as normativas de cada Instituição de Ciência e Tecnologia – ICT, na qual a pesquisa foi originada.  

  • Como serão apoiados os planos de inovação no CATALISA ICT? 

    Os planos de inovação serão apoiados por meio de bolsas e auxílio concedidos ao pesquisador proponente e equipe.

  • Como a universidade participa do Catalisa ICT?

    A universidade é peça fundamental do Catalisa ICT enquanto produtora de conhecimentos científicos, que serão a base de soluções tecnológicas capazes de gerar negócios inovadores, para resolver desafios da sociedade. A universidade é parceira do Catalisa ICT por excelência. Ela está na partida da jornada de aceleração, formando mestres e doutores, que receberão apoio e fomento para empreender e impactar o Brasil com os resultados de suas pesquisas. Ao ser parceira do Catalisa ICT, a universidade tem a oportunidade de fazer com que os conhecimentos por ela produzidos gerem benefício social e econômico para a sociedade. Os canais de escuta e diálogo do Catalisa ICT com as universidades estão permanentemente abertos, com o propósito maior de aprimorar sempre a jornada do pesquisador empreendedor (catalisaict@sebrae.com.br).

  • Como serão estabelecidas as parcerias empresas/universidades no Catalisa ICT?

    As equipes de pesquisadores participantes do Catalisa ICT vão identificar e buscar a forma mais adequada para empreender, de acordo o estágio e as condições do desenvolvimento da pesquisa, incluindo a proteção da propriedade intelectual e o regramento de cada universidade para contratos de tecnologia. Na jornada do Catalisa ICT, a via poderá ser a criação de uma empresa, considerando a participação de professores, mestres/doutores, mestrandos/doutorandos; ou a transferência da tecnologia para empresa existente; ou a alocação do pesquisador em pequena empresa com projeto de inovação. A forma de empreender vai ser construída durante a jornada e a universidade será peça fundamental dessa construção.

  • Há alguma opção para os pesquisadores que não querem empreender nem transferir tecnologia?

    Outra ação prevista na etapa 2 do CATALISA ICT – APRENDER e ESTRUTURAR será a inserção de até 130 mestres ou doutores com bolsas para implementar projetos de inovação de pequenos negócios. Haverá edital específico, a ser lançado em breve.