COMÉRCIO ELETRÔNICO

Como escolher uma plataforma para e-commerce

Dinheiro bem gasto na fase da escolha poderá render boas economias no futuro.

Há casos de lojas virtuais que usam tecnologias gratuitas e conseguem se manter na Web com um índice de vendas satisfatório. O importante é o empresário certificar-se sobre as limitações de cada tecnologia e até onde elas poderão atender suas expectativas a curto, médio e longo prazo. É recomendável que se peça ajuda a profissionais da área para a escolha da melhor plataforma, ela será crucial para o sucesso do empreendimento on-line.

O dinheiro bem gasto nessa fase poderá render boas economias no futuro. Basicamente, alguns pontos precisam ser considerados durante a escolha de uma plataforma. Todos eles podem estar contemplados, ou, para aqueles que decidirem por um início mais simplificado, a escolha pode ser por plataformas mais limitadas, que possuem apenas alguns dentre os requisitos abaixo:

  • Permite atualização conforme novas necessidades?
  • O módulo de gerenciamento é fácil de usar?
  • A parte visual atende o meu plano de comunicação, é aderente à identidade do meu negócio?
  • Tem flexibilidade para integração com as demais tecnologias como: meios de pagamento, atendimento via chat on-line, segurança das informações, banco de dados etc.?
  • Tem flexibilidade para integração com sistemas internos da empresa?
  • Permite otimização para motores de busca que atenda o meu plano de marketing?
  • Possui um bom canal de suporte?
  • É compatível com os principais navegadores?
  • É conhecida por vários profissionais desenvolvedores?
  • Existem casos de sucesso que usaram a mesma tecnologia?

O planejamento no e-commerce: saiba mais

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: