GESTÃO DE PRODUTO (INOVAÇÃO)

Como aderir ao conceito de fast fashion no varejo de moda

Aumente o lucro diminuindo o estoque e apostando em mini-coleções. Esse modelo de renovação rápida de peças pode ser o diferencial competitivo da sua loja.

Esqueça o prêt-à-porter, o conceito de moda pronta para vestir. Esqueça a preparação para uma coleção inteira a cada temporada: dê poder ao seu cliente, ao seu consumidor e invista na fast fashion, na moda rápida. É ela quem dita uma tendência de mercado que já se mostrou altamente lucrativa.

Fast Fashion significa moda rápida, é o termo utilizado para designar a renovação constante das peças comercializadas no varejo de moda.

É sobre esse modelo de renovação rápida das peças que pode ser usado como diferencial competitivo do seu negócio que vamos falar agora.

 O que é fast fashion?

 Se ainda não conhece, você já percebeu que tem instantaneidade neste conceito, né? Pois é, em português o fast fashion significa moda rápida; é o termo utilizado para designar a renovação constante das peças comercializadas no varejo de moda. 

É só para grandes marcas?

A resposta é não. Se você não é empreendedor de uma grande corporação, também poderá aderir a este conceito. Pequenas e médias empresas brasileiras já investem nesse modelo.

 Como adotar o conceito de fast fashion?

O hábito do consumidor muda e é preciso acompanhar a tendência. Por isso, nesse conceito, é o cliente quem dita as regras. Como? No modelo tradicional, a produção do varejo de moda é dividida em duas coleções durante o ano: a moda primavera-verão e a moda outono-inverno. Já no sistema fast fashion, são produzidas mini-coleções ao longo do ano.

As coleções que antes levavam meses para serem elaboradas e confeccionadas são substituídas por produções temáticas, que refletem as demandas do consumidor e são rapidamente produzidas e comercializadas.

Mais lucro e menos estoque

Os produtos têm vida curta e os estoques são baixos na cadeia do fast fashion. Além disso, não se perde tempo fabricando o que não está sendo vendido. De olho nas tendências, quem investe nesse modelo abre demanda de produção para as novas coleções que estão sendo pensadas e desenhadas.

Então, com essa mudança no sistema produtivo, as peças são oferecidas com preço final mais baixo, o que as deixa mais competitivas, proporcionando incremento no lucro do negócio.

5 vantagens do fast fashion no varejo da moda

Já está convencido de como aplicar essa tendência ao seu dia a dia? Listamos mais algumas vantagens do fast fashion no varejo da moda:

Quem pode aderir a essa tendência no varejo de moda?

Antes de investir no modelo fast fashion, é necessário fazer uma avaliação do perfil do seu negócio. Você precisa saber qual público que atende hoje e quais novos clientes pretende atrair.

Se a sua loja tem como marca oferecer produtos exclusivos, que agregam estilo e identidade, esse não é o modelo de gestão indicado. Nós já mostramos que o fast fashion oferece rápida renovação dos produtos. O objetivo desta tendência é o de movimentar os lucros.

Se a sua loja pode adotar este perfil de negócios ou se você está disposto a fazer um direcionamento para isso, com reposicionamento de mercado, então é melhor elaborar um plano de negócio. Aqui você encontra um modelo elaborado pelo Sebrae para te auxiliar.

Você pode consultar outros conteúdos que o deixarão mais próximo dessa tendência do varejo da moda. Nós separamos mais essa dica para você: Fast Fashion decreta o fim das estações.

E, se quiser, pode encontrar mais informações para melhorar cada vez mais na hora de empreender em nosso portal.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: