EMPRÉSTIMO

Renegocie o pagamento de empréstimos

A renegociação pode substituir o empréstimo anterior por outro com melhores condições de pagamento.

Financiamento específico para pagar dívidas, não existe. O que existe é a possibilidade de renegociação em caso de dificuldades de pagamento das parcelas.

Nesse caso, a operação tem caráter negocial, visando mudar o perfil da dívida e ajustar o cronograma de prestações das dívidas de curto prazo, bem como, de longo prazo ao fluxo de caixa da empresa.

Em muitos casos a substituição do empréstimo anterior por outro com melhores condições de pagamento (juros, prazo e montante) pode ser a alternativa que a empresa precisa. Também por meio da própria linha de financiamento original, com prazos de pagamento e carência mais dilatados e, consequentemente, com valores de prestação mais reduzidos.

Essas operações devem ser estudadas caso a caso. Quando a empresa estiver com o nome registrado nos cadastros de restrição ao crédito é necessário, primeiro, retirar o nome das entidades de controle cadastral do crédito, tais como Serasa, SPC e Cadin, e só depois partir para um empréstimo.

Se existir a necessidade de novo empréstimo sem ter terminado o pagamento do financiamento anterior, é preciso que a empresa tenha limite de crédito disponível para isso e que a nova proposta projete uma capacidade de pagamento que suporte a prestação do financiamento existente e a do novo financiamento.

Em alguns casos, é necessário quitar antecipadamente o saldo devedor anterior por meio de recursos próprios.

Saiba mais

Conheça o conteúdo da página Virando o Jogo, onde você encontrará dicas valiosas sobre renegociação de dívidas.

Veja também os cursos online na área de finanças e aprimore os seus conhecimentos.

 

Nos ajude a melhorar este conteúdo! Avalie abaixo se o conteúdo foi útil ou não para você. Se não foi útil, nos diga o que ficou faltando para poder melhorá-lo!

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: