ABERTURA DE EMPRESA

Como montar um restaurante

Invista no ramo de alimentação e descubra os requisitos para o sucesso do seu negócio

A escolha do negócio
  • Diferenciais de sucesso

Ao planejar a implantação de um restaurante você deverá ficar atento aos detalhes, pois além da refeição, os cliente também buscam um ambiente para experiências agradáveis proporcionadas pela qualidade e variedade das refeições, atendimento e serviço. 

O primeiro passo é escolher o tipo de restaurante:

À la carte - O cliente escolhe o que vai comer a partir de opções no cardápio. O pedido é preparado na ocasião do pedido.

Self-service - O cliente escolhe o que vai servir a partir de opções previamente determinadas. 

Delivery - O cliente recebe o pedido em domicílio. 

Fast-food - Refeições práticas e rápidas, elaboradas e servidas em um pequeno intervalo de tempo.

Rodízio - A comida é servida em sistema de rodízio, onde não há quantidade pré-determinada de consumo do alimento. 

Típico - Oferecem pratos peculiares de um país, região ou alimentos específicos: comida chinesa, japonesa, temakeria (fast-food oriental), churrascaria, etc.

O futuro empreendedor deve ficar atento às normas técnicas estabelecidas para a perfeita ordenação das atividades e a obtenção de resultados padronizados.

Além disso, é importante selecionar bem os fornecedores, a equipe de trabalho e planejar o layout do restaurante e a aquisição de equipamentos necessários ao seu funcionamento.

Diferenciais de sucesso
  • A escolha do negócio

Dicas para uma boa administração de um restaurante

  • Cozinha, mesas, toalhas e garçons devem refletir a preocupação da empresa com a higiene e a limpeza;
  • Acompanhar de perto as tendências do mercado e as inovações dos concorrentes é tão importante quanto estar atento aos rumos da economia;
  • Checar procedência, selecionar fornecedores e servir apenas produtos de qualidade é de extrema importância. A primeira e mais séria armadilha do ramo é o desperdício. Perde-se na limpeza dos alimentos, no preparo, cozimento e no bufê;
  • Os proprietários devem acompanhar de perto o dia a dia da empresa. Sócios ausentes não percebem oscilações na qualidade dos produtos e serviços oferecidos, quedas no movimento da casa e outros problemas resultantes da má administração;
  • É preciso ter controle absoluto das mercadorias, desde o momento da compra até a chegada do alimento à mesa do cliente;
  • Faça a estocagem dos alimentos em lugares secos, usando a regra “o que entra primeiro, sai primeiro”, no momento de usá-los;
  • Na hora de definir os preços a serem praticados pelo estabelecimento procure observar os restaurantes concorrentes da mesma região e evite colocar preços muito mais baixos para depois ter que aumentá-los de repente, pois o cliente pode não gostar;
  • A existência de um bom capital de giro torna-se essencial, principalmente quando se trabalha com cartões de crédito e vales-refeição, pois o retorno em moeda demora, em média, 30 dias.

Como montar um restaurante

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: