Empreendedorismo

Mais de 30 mil novos empreendimentos foram abertos no estado em 2014

Maioria é de microempreendedores individuais (MEI) nos segmentos de alimentação, confecção, construção civil, estética e beleza e transportes.

  • Alimentos e outros

A abertura de novas empresas demonstra o grau de dinamismo da economia regional, setores e segmentos em destaque. Em Mato Grosso, o número de novos registros de empreendimentos na Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat) aponta crescimento de 17%  e 16%, em 2014 e 2013 respectivamente, em comparação aos anos anteriores.  Os novos negócios somaram 30.222, no ano passado, e 24.922 em 2013.

“Há evidência clara do franco desenvolvimento de Mato Grosso com o surgimento de oportunidades em várias cadeias produtivas”, avalia Leide Nakayama, diretora técnica do Sebrae MT.  A abertura de novos empreendimentos ocorre preferencialmente em cidades com maior densidade demográfica, decorrente da ampliação do mercado consumidor, que é também influenciado pelo maior acesso a informação e conhecimento, ressalta a diretora.

Em 2014, o número de Microempreendedores Individuais (MEI), isto é, que têm faturamento até R$ 60 mil/ano, correspondeu a 56% dos novos registros na Jucemat; e no ano anterior, a 68%. Em termos de Microempresas (ME) – com faturamento até R$ 360 mil/ano – representaram 38% (2014) e 25% (2013) dos novos negócios. Já as Empresas de Pequeno Porte (EPP) – faturamento acima de R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões/ano -  equivaleram a 6% (no ano passado) e 5% (em 2013). Empresas de médio e grande portes abertas foram 0,4% e 2%, respectivamente, nos períodos citados.

“O número de MEI reflete o nível de informalidade na economia do estado. A criação deste novo segmento de pequenos negócios proporcionou a formalização de todo um contingente de trabalhadores, que vive e atua no mercado por conta própria. Para continuar crescendo é necessário dotar estes empreendedores de informações e conhecimento”, enfatiza Leide. Para fazer uma gestão eficiente, o MEI precisa estar em dia com as obrigações básicas como a contribuição mensal da Previdência Social e a declaração anual do Simples Nacional, alerta.

Alimentos e outros
  • Números

No ano passado, os setores e atividades que mais receberam novos empreendimentos em Mato Grosso foram os seguintes, em ordem decrescente: 17% alimentos (bares, lanchonetes, restaurantes, indústrias e comércio de alimentos); 11% confecção (industrialização e comércio de roupas e aviamentos); 10% construção civil (instalações elétricas, sanitárias, hidráulicas e terraplanagem); 6% estética e beleza (cabelereiros e comércio de produtos e cosméticos); 6% reparação de veículos (automotores e motocicletas e comércio de peças); e 5% transportes (pessoa e cargas).

A distribuição de empresas abertas por municípios, em 2014, revela a força dos mercados locais. Cuiabá (23%) e Várzea Grande (7%), como se esperava, concentraram o maior número de novos empreendimentos, seguidos por Rondonópolis (6%), Sinop (5%), Cáceres (3%), Sorriso (3%),  Primavera do Leste (3%), Tangará da Serra (2%), Lucas do Rio Verde (2%), alta Floresta (2%), Juína (2%), Barra do Garças (1%), Nova Mutum (1%) e Campo Verde (1%). Estes quinze municípios representam 63% das empresas abertas em Mato Grosso, no ano anterior.

Números
  • Alimentos e outros

Distribuição das novas empresas em MT

PORTE DAS EMPRESAS

2013 - %

2.014 - %

MEI – Microempreendedores Individuais

68

56

ME - Microempresa

25

38

EPP – Empresa de Pequeno Porte

5

6

Médio e Grande

2

0,4

Fonte: JUCEMAT 2013/2014

 

Atividades com maior representatividade 

ATIVIDADES CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas)

QTD

%

Alimentos - bares, lanchonetes, restaurantes, indústrias e comércio de alimentos.

5.154

17

Confecção - Industrialização, comércio de roupas e aviamentos.

3.299

11

Construção civil - instalações elétricas, sanitárias, hidráulicas, terraplanagem.

3.134

10

Atividades de estética e beleza, cabeleireiros e comércio de produtos de cosméticos.

1.818

6

Reparação de veículos automotores e motocicletas e comércio peças.

1.752

6

Transportes - pessoas/cargas.

1.382

5

Fonte: JUCEMAT 2014

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: