Alagoas
Sebrae oferece apoio aos produtores de inhame
Interessados podem participar das ações desenvolvidas para o setor no estado de Alagoas
O Sebrae em Alagoas trabalha para desenvolver a cultura do inhame no estado desde 2007. Seminários, festivais, clínicas tecnológicas e oficinas são algumas das ações realizadas pela instituição.


O Sebrae oferece suporte para a cultura do Inhame no estado de Alagoas desde 2007 e por meio da Carteira de Agronegócios promove ações para capacitação dos produtores e incentivo ao associativismo.

Também atua no apoio à organização da produção e da comercialização do produto pelo acesso do agricultor a mercados. Entre essas ações está a realização de diversos eventos: seminários sobre a cultura do inhame, festivais, clínicas tecnológicas e oficinas apresentam técnicas de vendas e outros temas.

O público-alvo desses eventos são produtores de inhame, técnicos agrícolas e estudantes de  áreas afins.

Para saber como se beneficiar das ações realizadas pelo Sebrae/AL nesse setor, basta procurar a Unidade de Atendimento Individual, na sede, em Maceió, ou nos escritórios regionais, em Arapiraca e Penedo. Outras informações pelos telefones (82) 4009-1683 ou 0800 570 0800.

Arquivo Sebrae/AL

Raíz, popular no Nordeste, gera renda e trabalho

A força da cultura do inhame em Alagoas
Tubérculo popular no Nordeste gera renda e trabalho. A área plantada é de 2.292 hectares e concentra cerca de 2 mil empreendedores rurais no Vale do Paraíb
A região Nordeste concentra a maior parte da produção de inhame do País. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os maiores produtores no estado de Alagoas são os municípios de Taquarana, Paulo Jacinto e Viçosa.
Cultivo de inhame
Saiba quais as condições necessárias para iniciar a produção de inhame
O inhame é uma planta herbácea da família das Dioscoreaceae. Para iniciar sua produção, é necessário, entre outras orientações, sementes com qualidade fitossanitárias e solo e clima ideais para o plantio.
Produção do inhame exige cuidados no controle de pragas
Entre as doenças que afetam o cultivo, a “casca preta” é o principal problema fitossanitário enfrentado
O cultivo do inhame pode ser acometido por problemas fitossanitários que inviabilizam a produção do alimento. A doença conhecida como “casca preta”, provocada por nematóides, é a principal moléstia limitante para o cultivo do inhame.