Wed Sep 09 18:43:35 GMT-03:00 2020
Empreendedorismo
Como empresas do setor de audiovisual podem atuar em tempos de crise
Dicas para empresas de audiovisual e produtoras para o momento de Covid-19 por Silvio Soledade da APRO - Associação Brasileira de Produtores Audiovisuais.

Os impactos nos negócios oriundos da pandemia do Coronavírus serão significativos. Após a crise não seremos mais os mesmos e teremos muitas mudanças na forma de conduzir nossos negócios e, principalmente, no nosso comportamento.

O que precisamos fazer agora é tentar entender a profundidade desta crise, estimar seus resultados, e fundamentalmente, como mitigar os negativos e potencializar os positivos. É assim que a economia criativa vai se superar.

Com os cancelamentos de projetos muitas empresas tem que pensar e buscar soluções alternativas. Muitas marcas e distribuidores de conteúdo estão buscando se reinventar. Temos empresas liberando conteúdos, marcas ampliando sua atuação social, alterando logotipos e mudando sua forma de se comunicar.

O que precisamos agora é sermos realistas e olhar para dentro do nosso negócio e de nossa atividade, e ser criativos em busca de algumas oportunidades.

A única certeza que temos até agora é que esta crise vai passar e precisamos preparar nossas empresas para garantir sua manutenção e sobrevivência neste momento e prepará-la para a retomada.

Listamos algumas ações emergenciais devem ser tomadas:

  • Envolva as lideranças nas decisões, seja transparente com a situação da empresa e discuta quais ações serão tomadas, por qual período, como serão as avaliações e novas decisões;

  • Faça um plano de negócio ou modelagem financeira com cenários pessimista, moderado e otimista;

  • Monitore diariamente seu fluxo de caixa;

  • Corte os gastos possíveis neste momento, começando pelas despesas administrativas e atenção àquelas de cartão de crédito corporativos;

  • Corte quaisquer investimentos que não geram retorno no curto prazo;

  • Renegocie o fluxo de pagamentos com seus fornecedores;

  • Renegocie taxas nos bancos, financiamentos e empréstimos com prazos e custos mais atrativos;

  • Aproveite as oportunidades de carências nos impostos e encargos sociais liberados pelo Governo Federal como o Simples Nacional e FGTS;

  • Se precisar captar recursos financeiros fique atento aos custos e taxas de juros oferecidos pelos agentes financeiros. No momento de crise os bancos públicos e as instituições de fomento como BNDES e outros tendem a ser mais atrativos e com flexibilidade na liberação dos recursos;

  • Demissões tendem a consumir seu caixa, por isso, avalie-as antes de tomar estas decisões;

  • O importante agora é ter paciência e manter a calma, só assim poderá deixar a criatividade fluir e aproveitar as oportunidades que o mercado, apesar desta crise, oferecerá;? 

  • O momento é de motivar a equipe, chamar os parceiros e discutir saídas e oportunidades;

  • Converse com seus clientes, agências, canais, apresente alternativas, e principalmente, ouça aquelas sugeridas por eles. É tempo de superação, inovação e resiliência.

 

Juntos, vamos vencer esse momento de instabilidade.

 

Escrito por Silvio Soledade, da APRO - Associação Brasileira de Produtores Audiovisuais.

Foto de Kushagra Kevat no Unsplash.

 

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora