ASSOCIATIVISMO

Série Empreendimentos Coletivos: cooperar para competir

Conheça as onze formas de organização de empreendimentos coletivos na série de fascículos produzida pelo Sebrae sobre cooperação e associativismo.

A cooperação entre as empresas tem se destacado como um meio capaz de torná-las mais competitivas.

Fortalecer o poder de compras e de vendas, compartilhar recursos, combinar competências, dividir o ônus de realizar pesquisas tecnológicas, partilhar riscos e custos para explorar novas oportunidades, oferecer produtos com qualidade superior e diversificada, são estratégias cooperativas que têm sido utilizadas com mais frequência, anunciando novas possibilidades de atuação no mercado.

A cooperação pode criar um diferencial competitivo para os pequenos negócios rurais e urbanos, contribuindo para a sua perenidade e crescimento. Os desafios são muito grandes e as oportunidades também. Cada vez mais, as empresas que se mantiverem isoladas, agindo sozinhas, terão mais dificuldades em enfrentá-los e em se manterem competitivas.

Consciente da importância da cooperação para o sucesso dos pequenos negócios, o Sebrae disponibiliza a Série Empreendimentos Coletivos como uma ferramenta básica de consulta para todos aqueles que desejam obter informações sobre as onze principais modalidades de formalização institucional de empreendimentos coletivos.

Conheça os 11 fascículos da Série Empreendimentos Coletivos:

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: