ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Institucional
Medidas financeiras governamentais adotadas para conter a crise
Bancos e entidades do governo apostam na prorrogação do pagamento de dívidas e no aumento do crédito para segurar a economia.
  • Medidas de Crédito
  • Cursos EAD
  • Ações Governamentais
  • Ações dos Bancos Privados

Medidas de Crédito

Em virtude da crise econômica ocasionada pela pandemia do COVID-19, as instituições financeiras estão adotando diversas medidas a fim de minimizar os efeitos causados para a população, sejam para pessoas físicas ou pessoas jurídicas. 

Lembrando que os critérios de análise das instituições financeiras, por enquanto, não tiveram alterações, sendo assim, continuarão analisando cadastro e score.

Elencamos a seguir as principais medidas adotadas pelas instituições financeiras relacionadas aos pequenos negócios.

* As informações foram obtidas em 30/03/2020 e poderão sofrer alterações.

  • Sebrae-SP dá 90 dias de carência no Juro Zero

O empreendedor que participa do programa Juro Zero, do Sebrae-SP, será dispensado do pagamento das parcelas do crédito por 90 dias. A medida faz parte das ações do Sebrae-SP para ajudar o empreendedor a enfrentar os problemas causados pela pandemia do coronavírus.

Tem direito ao benefício o participante que estava com o pagamento em dia das parcelas até 13 de março deste ano e tenha, no mínimo, quatro parcelas remanescentes no contrato.

As parcelas que não forem pagas no período de carência serão recalculadas nas parcelas a vencer, sem alteração no prazo final do contrato. O que muda é o valor mensal da parcela.

Por exemplo, o cliente que tem saldo devedor de R$ 10 mil, com 20 parcelas restantes, estaria pagando R$ 500 por mês. Caso ele opte pela concessão da carência de 90 dias, ele não pagará nada durante esses três meses, porém o seu saldo devedor será repactuado em 17 parcelas. Desta forma, ele terá que pagar parcelas no valor de R$588,24.

Para solicitar a carência, o interessado deverá anexar o Termo de Ciência abaixo assinado e enviar para o e-mail cobranca@desenvolvesp.com.br

O programa Juro Zero é uma parceria entre o Sebrae-SP e o governo do Estado de São Paulo que oferece crédito sem cobrança de juros para Microempreendedores Individuais (MEIs) que concluíram o programa de capacitação Super MEI, do Sebrae-SP.

 

Cursos EAD

 

Cursos EAD

 

 

Ações Governamentais

  • Caixa e Banco do Brasil oferecem novas condições nas linhas de crédito

A Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil anunciaram mudanças nas suas linhas de crédito voltadas a empresas como forma de estimular a economia por conta da pandemia de coronavírus.

A Caixa adotou as seguintes medidas:

  • Pausa nas operações de crédito;
  • renovação de penhor;
  • renovação e contratação de crédito consignado, contratação de crédito pessoal;
  • contratação de crédito para sua empresa.

Especificamente para as empresas:

  • Disponibilização de carência de até 90 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação, para contratos em dia ou com até 20 dias de atraso
  • Linha de Capital de Giro para Manutenção da folha de pagamento
  • Parcerias para ampliação das linhas de crédito (cadeia produtiva, fornecedores, etc)
  • Antecipação de Recebíveis de cartões com taxas de 0,99%

Para ter acesso a essas medidas, o empreendedor pode procurar diretamente o gerente da agência ou fazer contato pelo chat. Poderá ser atendido por:

  • site: www.caixa.gov.br/caixacomvoce 
  • WhatsApp: 0800 726 8068
  • Central de Atendimento: 0800 726 8068 / 0800 726 0505 / 3004-1105 / 0800 726 0101.

Por sua vez, o Banco do Brasil anunciou medidas para favorecer a liquidez das micro e pequenas empresas: 

  • Empréstimo Pessoal – Carência mínima de 60 dias e máximo de 180 dias para pagar a primeira parcela.
  • Prorrogação por 60 dias (duas parcelas), para as seguintes operações: BB Giro Digital, BB Giro Empresa, BB Giro Corporate, BB Giro Rápido, BB Giro Cartões e BB Financiamento. Basta estar com as operações em dia e sem restrições impeditivas.

Os clientes do banco não precisam ir às agências para obter outras informações, basta acessar AQUI. Não precisa ir à agência.

 
  • BNDES anuncia pacote de R$ 55 bilhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou várias medidas para aquecer a economia durante a crise do coronavírus. Ao todo, elas somam R$ 55 bilhões para serem injetados no mercado.

Entre essas medidas estão:

  • Suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos indiretos para empresas
  • Ampliação do crédito para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), por meio dos bancos parceiros
  • R$ 40 bilhões para crédito para a folha de pagamento de empresas de médio e pequeno porte, sendo:
     - Empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões
     - Sem restrição de crédito nos últimos 6 meses
     - Taxa fixa: 3,75% ao ano, com 6 meses de carência e 30 meses para quitação
     - Os recursos serão usados somente para pagamento de salários e vão diretamente para as contas dos empregados
     - Empresas não poderão demitir por dois meses empregados com salários financiados pela medida
     - A linha estará disponível na primeira semana de maio para o pagamento da folha de pagamento de abril

Para saber mais, o caminho é entrar em contato com a instituição financeira credenciada (consulte aqui) para repasse dos recursos BNDES. Preferencialmente, na instituição onde já possui relacionamento.

 

 
  •  Governo do Estado libera R$ 500 milhões em crédito para MPEs

O governador João Doria anunciou uma série de medidas para financiar o empreendedorismo no Estado de São Paulo. São R$ 500 milhões em linhas de crédito com condições especiais em meio à crise econômica causada pela pandemia de coronavírus. Desse total, R$ 225 milhões são para auxiliar os microempreendedores paulistas por meio do Banco do Povo e Desenvolve SP. Serão R$ 200 milhões para empresas que faturam de R$ 81 mil a R$ 90 milhões por ano via Desenvolve SP.

O Banco do Povo Paulista atende empreendedores informais, Microempreendedores Individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte e oferece empréstimos de R$ 200 a R$ 20 mil para capital de giro com juros de 0,35% ao mês e carência de até 90 dias para realizar o primeiro pagamento e prazo de até 36 meses para quitação.

Medidas adotadas:

  • Linhas de créditos de R$ 200,00 até R$ 20.000,00 para capital de giro
  • Sem avalista, o limite será de R$ 3 mil reais
  • Taxa de juros de 0,35% ao mês
  • Carência de até 90 dias para realizar o primeiro pagamento e prazo de até 36 meses para quitação

Para solicitar o dinheiro, o interessado deve procurar os agentes de crédito do seu município, de segunda a sexta das 9h às 16h, munido dos seguintes documentos: contrato social, cartão do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), cartões de inscrição municipal e estadual, RG e CPF do cliente e dos demais sócios (se houver), comprovante de endereço e cartão da conta ou extrato .

Caso no município, esteja sem atendimento de agente do Banco do Povo, os telefones para contato são: (11) 3241-7380; (11) 3241-7133 e (11) 3241-7313 - WhatsApp – (11) 98370-9775.

Outros R$ 275 milhões em crédito pela Desenvolve SP são para turismo, viagens, economia criativa e comércio nas seguintes condições:

  • Taxas de juros a partir de 1,20% ao mês;
  • 42 meses para pagamento, incluindo o período de carência;
  • Carência de até 9 meses.

O crédito é direcionado para capital de giro para recomposição de estoques, compra de insumos e matéria-prima, necessárias para atividades do dia a dia da empresa.

Para acessar as linhas de crédito, o interessado deverá solicitar diretamente clicando AQUI e seguir o passo a passo que consta no site.

Para informações das demais linhas, basta acessar clicando AQUI

 

 

Ações dos Bancos Privados

  • Bancos privados prorrogam vencimento de dívidas

Bradesco, Itaú e Santander decidiram prorrogar o pagamento de dívidas de seus clientes por causa das dificuldades econômicas causadas pela pandemia de coronavírus.

  • O Bradesco anunciou que se a parcela está em dia ou com atraso de, no máximo, 59 dias, o cliente poderá fazer o próximo pagamento em até 90 dias. A medida vale para empréstimo pessoal, crédito parcelado ou parcelamento de cheque especial. Outros empréstimos e financiamentos serão analisados cada caso.

Informações sobre a prorrogação em www.bradesco.com.br ou diretamente com o gerente da agência.

  • O Santander está concedendo carência de 60 dias e redução na taxa de juros para contratos adimplentes ou não. No momento não estão sendo feitas novas contratações, somente renegociação ou renovação.

A prorrogação por até 60 dias do vencimento de parcelas de contratos de crédito são para linhas de crédito pessoal, preventivo, direto ao consumidor e imobiliário.

O banco também ampliou em 10% do limite do cartão de crédito de todos os clientes adimplentes. Para saber se a alteração já foi feita, basta utilizar o aplicativo de gestão de cartões Santander Way, via celular ou tablet.

O cliente interessado deve entrar em contato com o seu agente de crédito responsável pelo financiamento ou pelos telefones: (11) 3553.4080 (São Paulo e Grande São Paulo) e 0800 723 4499 (demais localidades).

Para saber se a alteração do limite já foi feita, basta utilizar o aplicativo de gestão de cartões Santander Way, via celular ou tablet.

  • O Itaú vai conceder a prorrogação de dívidas desde que haja a assinatura do Itaú Crédito Sob Medida, que permite a alteração da data original. Assim, o cliente irá repactuar seu contrato e, no momento de escolha da nova data de vencimento, poderá prorrogar por até 60 dias o pagamento. 

Quem já tem o Itaú Crédito Sob Medida contratado também pode renegociar o vencimento da sua próxima parcela, optando por pagá-la 60 dias depois da data originalmente acordada. 

A prorrogação por 60 dias também vale para financiamento de imóvel ou veículo. Durante este período, será mantida a mesma taxa de juros, sem a cobrança de multa.

 Outras informações em www.itau.com.br ou diretamente com o gerente da conta.

 

 
  •  Cooperativa de crédito

A cooperativa de crédito Sicredi decidiu prorrogar por 60 dias o pagamento das parcelas de capital de giro e investimentos de seus associados.

Mais informações em acesse: www.sicredi.com.br.

 

Os documentos a serem apresentados serão solicitados de acordo com as regras estabelecidas em cada instituição financeira. Eventuais dúvidas, nos acessem através do 0800 570 0800.


O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço sem custos para você.

Converse agora