ATIVIDADE FINANCEIRA

Como organizar as minhas FINANÇAS PESSOAIS e EMPRESARIAIS?

Aprenda com o SEBRAE!

Misturar as finanças da empresa com as finanças pessoais é um erro muito comum nas empresas. Às vezes um pequeno descuido é suficiente para as duas contas se tornarem uma coisa só, causando um enorme estrago. Para evitar esse problema, trabalharemos com três temas. São eles:

1. Gestão financeira do seu negócio
2. Matemática do seu negócio
3. Gestão de crises

Chamamos por gestão financeira o conjunto das ações e procedimentos administrativos relacionados com: planejamento, execução, análise e controle das atividades financeiras do pequeno negócio; com o objetivo de obter melhores resultados e lucros maiores.
Administrar as finanças exige tempo, dedicação e conhecimento. 

É comum ver empresários pulando etapas e não dando a devida atenção para análise do cenário em busca da melhor solução para os problemas financeiros. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para que você possa aprimorar a gestão financeira do seu negócio.

A primeira dica é saber qual o lucro real do seu negócio por mês e quanto você tem de despesas pessoais.

A próxima dica é: tenha contas bancárias diferentes.

Para falar da matemática do seu negócio, apresentamos duas possibilidades: 

- Na primeira, se a empresa tem como te remunerar, escolha a melhor data para retirada desses recursos e não esqueça de planejar com antecedência para não atrapalhar o fluxo de caixa do seu negócio. 

- Na segunda, caso a empresa não tenha condições, você vai precisar aumentar suas vendas até que a empresa consiga lhe remunerar conforme o seu planejamento. 
E aqui, basta fazer a conta inversa: é preciso adequar seu faturamento a sua necessidade financeira mensal. Para isso, recalcular os preços de vendas e investir em marketing podem ser de grande impacto para a empresa.

E por fim, chegamos ao terceiro tema: gestão de crises. Crises são complicadas e poucas empresas conseguem superá-las. Não existe uma fórmula mágica para superar toda e qualquer crise, mas alguns conselhos podem e ajudam bastante ao empresário mais atento. 

Parece clichê, mas é preciso ter disciplina, persistência, vontade de superação e muita, muita ação.
Em momentos de crise, é muito importante ter um controle bem apurado de todos os recursos que entram e saem da empresa. Faça um fluxo de caixa diário ou semanal para que seja possível identificar as prioridades financeiras e tomar as medidas necessárias com antecedência.

Assista ao vídeo abaixo e confira como é possível separar o que é seu e o que é da empresa. Mais do que isso, é necessário. Você e sua empresa só tem a ganhar.

Lembre-se: Conhecimento nunca é demais.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: