Pular para o conteúdo principal
Tue Jun 25 16:09:48 BRT 2019
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA

Artesanato é fonte de emprego e renda na Bahia

O Programa Sebrae de Artesanato busca capacitar e disseminar o empreendedorismo e, também, promover a melhoria da produção e sua inserção no mercado.

· 18/12/2013 · Atualizado em 25/06/2019

Em grande parte dos estados brasileiros, o artesanato valoriza a identidade cultural das comunidades, gera emprego, fixa o artesão em seu local de origem e promove a melhoria da qualidade de vida, além de contribuir para o desenvolvimento local. O número de artesãos constitui um contingente significativo de trabalhadores do mercado informal.

Na perspectiva de estimular e fortalecer o desenvolvimento do artesanato baiano, o Programa Sebrae de Artesanato, implantado no ano de 1999, tem o objetivo de desenvolver, capacitar e ampliar o mercado do artesanato, respeitando suas tradições, sua cultura e melhorando, assim, a qualidade de vida dos artesãos.

No caso da Bahia, existem artesãos em praticamente todas as localidades, divididos em categorias.

Os mais diversos ramos artesanais, a exemplo de cerâmica, madeira, metal, couro, cestaria, trançado, tecelagem manual, rendas, bordados, confecção de instrumentos musicais e artesanato mineral. A dimensão do estado, com 417 municípios, resultou no estudo realizado pelo Banco do Nordeste (2000) e indicação de 15 polos onde a produção artesanal possui condições de expansão.

Conheça alguns polos identificados:

  • Salvador é o principal polo de comércio artesanal do estado e o Instituto Mauá é o articulador das ações e políticas no setor;
  • No município de Aratuípe, o distrito de Maragogipinho já possui experiência em exportação de peças de cerâmica, inclusive já comercializa com a Rede Tok&Stok;
  • O município de Juazeiro se destaca no artesanato em madeira, as conhecidas carrancas do Rio São Francisco;
  • O município de Lençóis, conhecido como polo turístico da Bahia, destaca-se pela lapidação de pedras, principalmente as preciosas e semipreciosas;
  • No distrito de Guaibim, município de Valença, as cestarias e trançados são as mais importantes dentre as tipologias existentes;
  • No extremo Sul baiano, Porto Seguro se destaca na produção de souvenir, principalmente no artesanato indígena e na tipologia madeira;
  • No município de Irará a produção artesanal de cerâmica é realizada nas localidades de Mangueira e Lajes;
  • O distrito de Malhada Grande, no município de Paulo Afonso, destaca-se pela tecelagem com a produção de redes, mantas e colchas.
Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora