ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Wed Sep 11 11:27:50 GMT-03:00 2019
Planejamento
Bares e restaurantes: um setor em expansão
Alimentação fora de casa é um ramo que cresce a cada ano, mas requer planejamento adequado.
  • O setor
  • Plano de negócio
  • Saiba mais

O setor

Com expansão anual em torno de 10%, o setor de alimentação fora de casa – ou de bares e restaurantes, como é chamado pelos comerciantes do ramo – gera cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego por ano, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). A maioria das vagas são para garçons – 250 mil novos empregos anuais.

O garçom é a principal demanda de profissional por parte dos proprietários de bares e restaurantes. É uma função que não exige experiência prévia, não restringe por idade e pode ser exercida por todas as classes sociais, sem qualquer tipo de diferenciação. Os pontos negativos são a falta de profissionais para as vagas oferecidas e a alta rotatividade, que impede a qualificação.

Trabalhar no ramo de alimentação fora de casa parece ser simples, mas, na prática, é complexo e exige uma busca constante pela qualidade dos serviços oferecidos e amplo conhecimento do setor. Além disso, é necessário um planejamento adequado, desde o investimento inicial até o cumprimento das regras estabelecidas por órgãos municipais e federais.

Essa complexidade acaba resultando em um índice de mortalidade elevado entre os empreendimentos: 35% dos bares e restaurantes fecham as portas em dois anos, segundo dados da Abrasel.

Plano de negócio

Em qualquer ramo de atividade, quanto maior a pesquisa menor é o risco. Para bares e restaurantes, a orientação não é diferente. O presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Célio Salles, recomenda que todo empresário faça, antes de iniciar a montagem de seu estabelecimento, um plano de negócio. Nesse planejamento, é preciso que existam os seguintes elementos:

  • Identificação da oportunidade de negócio.
  • Quantificação da clientela.
  • Estimativa de faturamento.
  • Investimento necessário.
  • Custo operacional.

A conta é simples. O empreendedor deve avaliar o potencial/rentabilidade do negócio versus o retorno de investimento. Além de colocar no papel o que é necessário para montar seu negócio, o empresário também precisa realizar pesquisa sobre o potencial do empreendimento, saber qual é a estrutura necessária e conhecer o potencial de vendas do seu produto/serviço.

Caso de sucesso em segurança alimentar

Inspire-se no exemplo de Moacir Biasibetti, dono do Via Imperatore, em Porto Alegre. Com ajuda do Sebrae, ele pôde avaliar as condições de seu restaurante e elaborar um plano de ação de melhoria da qualidade de produtos e serviços.

Investir na higiene e no aprimoramento dos serviços significou o reconhecimento de seu potencial de venda.



Saiba mais

Ideias de negócio

Veja mais dados sobre o setor e saiba como montar seu négocio no ramo.

Restaurantes:

Bares:

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora