this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon Feb 25 15:52:51 BRT 2019
Finanças | ACESSO A SERVICOS FINANCEIROS
Dicas para diminuir o risco de fraudes no comércio eletrônico

Com o aumento da profissionalização do e-commerce no país, o cenário tem melhorado e existem diferentes formas de garantir a segurança do seu negócio.

· 20/03/2014 · Atualizado em 25/02/2019
Imagem de destaque do artigo

Fraudes em pagamentos eletrônicos são um medo comum tanto para empreendedores quanto para clientes de lojas virtuais. Mas, atualmente, existem diferentes formas de reduzir os riscos e garantir segurança nas suas transações financeiras.

Em caso de vendas que envolvam um valor alto, peça para o comprador enviar uma cópia da fatura via email.

Duas formas de ação

Basicamente há dois caminhos principais para o seu negócio: terceirizar a operação para empresas especializadas ou criar uma estrutura própria.

Para as empresas que escolhem a segunda opção, é interessante utilizar ferramentas automáticas de pontuação ou de detecção de sinais de fraudes. Em caso de suspeitas, também é possível fazer a validação do nome e CPF na Receita Federal ou em sistemas de proteção ao crédito, além de validações ativas - quando se entra em contato direto com o cliente.

Precauções

Além dessas validações, existem algumas outras precauções que o empresário pode tomar para atuar por conta própria em caso de suspeita de fraude:

  • Ligue para o telefone informado no cadastro da compra e peça ao cliente que confirme as informações. Muitos golpistas não estão preparados para fornecer imediatamente os dados que foram inseridos no site.
  • Grave o IP do computador do cliente, assim como a data e hora da transação. Existem ferramentas de GEOIP, como a MaxMind, que fornece a localização aproximada de certo IP. Compare o endereço de entrega com o endereço do IP. Além disso, é importante gravar o IP porque você pode usá-lo para reaver a mercadoria, se for o caso.
  • Em caso de vendas que envolvam um valor alto, peça para o comprador enviar uma cópia da fatura via email. Também lembre de monitorar e guardar todas as trocas de e-mails entre sua loja e o consumidor.

Além disso, se você ainda tiver dúvidas, procure a orientação de um especialista nos nossos Canais de Atendimento.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado