ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Thu Mar 14 16:28:00 GMT-03:00 2019
Inovação
As características e as vantagens da produção sustentável de café
O Brasil busca melhorar cada vez mais sua cafeicultura para fornecer um café sustentável, levando em consideração os aspectos sociais, ambientais e econômicos.
Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

  • Brasil produtor de café
  • Café sustentável
  • Diferenciais da produção
  • Certificação

Brasil produtor de café

As atuais demandas de mercado ampliaram as oportunidades para os cafeicultores. Um nicho que está em evidência é o da produção sustentável, que se apresenta como oportunidade para quem quer se diferenciar no setor.

O Brasil é o maior produtor e exportador, além de ser o maior consumidor de café do mundo


Atualmente, 14 estados destacam-se na produção do grão, com uma área plantada de 2,3 milhões de hectares, o que corresponde a aproximadamente seis bilhões de pés

Café sustentável

É esperada, de uma empresa que se denomina sustentável, a criação de processos de produção, serviços ou métodos de gestão ou de negócio inovadores que tragam resultados positivos para a sociedade e o meio ambiente. Para citar alguns exemplos, temos a redução de riscos ambientais, poluição e outros impactos negativos do uso de recursos.

O negócio precisa ser, simultaneamente, eficiente em termos econômicos, respeitar a capacidade de suporte do meio ambiente e ser, ainda, instrumento de justiça social, promovendo a inclusão social.

Ou seja, a relação entre inovação e sustentabilidade pode ser entendida como sendo aquela que cria valor agregado sem comprometer o equilíbrio entre os aspectos econômico, ambiental e social das empresas. E a consequência é o fortalecimento da sua competitividade, lucratividade e até mesmo sobrevivência.

Para manter-se competitivo é preciso inovar considerando o tripé da sustentabilidade com as características:

 


Valoriza a humanização das rotinas de trabalho, como o combate ao trabalho infantil e a capacitação do pessoal que trabalha na lavoura. Os trabalhadores devem estar devidamente registrados no Ministério do Trabalho. Além disso, precisam ter sua segurança garantida, com a atenção aos equipamentos de proteção individual.





Adoção de práticas que garantam a preservação dos recursos hídricos, da biodiversidade e da qualidade do ar. Deve ser cumprida a regulamentação do uso de agrotóxicos e fertilizantes, além da devida gestão dos resíduos, que podem ser utilizados para a produção de biofertilizantes.





Visar grãos de melhor qualidade e com preços que remunerem o produtor. O café sustentável tem se destacado como produto de boa aceitação no mercado, tanto interno como externo. O maior valor agregado tem atraído novos produtores a adotar esse modelo de produção.

Diferenciais da produção

A cadeia produtiva do café sustentável segue regulamentação específica, com recomendações para plantio, cuidados com a lavoura, colheita, armazenamento e torrefação. Essas exigências favorecem os pequenos e médios produtores, que podem ter maior controle das etapas, cumprindo as exigências do mercado sustentável. Inclusive para a produção de café orgânico, outro nicho em expansão.

Cooperativas e associações de cafeicultores também têm aderido ao modelo sustentável. A produção cooperada pode ser de dois tipos:

  • Independente, quando o cafeicultor realiza todos os ciclos.
  • Integrada, quando as etapas produtivas são divididas entre os membros da cooperativa.


Quanto custa fazer um café sustentável?

A implementação do sistema sustentável pode ter custos iniciais que superam as rotinas tradicionais de produção. No entanto, o produto final tem mercado garantido, com maior valor de venda, o que compensa os investimentos. O respeito ao trabalhador e o incentivo à capacitação na produção do café sustentável são atrativos para conseguir mão de obra, que algumas vezes apresenta-se como um desafio para o cafeicultor.

Certificação

Os cafeicultores que quiserem investir na produção sustentável precisam solicitar a certificação à Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic), que reconhece a produção com o selo Cafés Sustentáveis do Brasil.

Como consigo a certificação?

O processo de certificação tem início com o preenchimento de termo de adesão. O produtor será orientado sobre as etapas da produção sustentável e terá prazo para adequar-se às normas. Cumpridas as exigências, o processo produtivo do café será avaliado para atestar se a propriedade cumpre a regulamentação, recebendo assim o certificado sustentável.

A produção sustentável pode ser feita em uma mesma propriedade que mantém o sistema convencional de plantio. É necessário que o produtor separe uma parte do terreno para a lavoura sustentável.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço gratuito para você.

Converse agora