ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Fri May 15 15:35:38 GMT-03:00 2020
Inovação
Como conseguir aporte financeiro para seu projeto de inovação
Novo contrato entre Sebrae e Embrapii amplia recursos para desenvolvimento de novas soluções para a indústria e cria uma nova modalidade de projetos.

Micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais e startups de base tecnológica têm agora uma nova forma de conseguir aporte financeiro para seus projetos de inovação industrial. O contrato entre o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) é uma grande oportunidade para aumentar a competitividade e se diferenciar no mercado.

Vantagens:

  • Conjunto de instituições e equipes de profissionais de excelência à disposição em todas as etapas do projeto.
  • Modelo de cooperação para desenvolvimento de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação ágil e flexível.
  • Fluxo contínuo de recursos para o desenvolvimento dos projetos (não é preciso esperar abertura de edital).
  • Possibilidade de aumento da complexidade dos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.
  • Menos custo e risco no desenvolvimento dos projetos.
  • Possibilidade de grupos de empresas executarem um projeto de inovação de interesse comum, reduzindo os custos individuais para cada partícipe no projeto.

Como contratar?

O que saber antes

A empresa deve ter Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) industrial ou ligada à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e estar em dia com as suas obrigações fiscais e tributárias.

O nível de maturidade tecnológica do projeto deve ser intermediário (nem ainda na fase de pesquisa acadêmica nem quase pronto para o mercado). Em termos técnicos, o nível de maturidade tecnológico do projeto (TRL – Technology Readiness Level) deve estar entre 3 e 6.

O recurso do Sebrae não poderá ser usado para aquisição de equipamentos, mas potenciais parceiros no projeto (médias e grandes empresas, fundos de investimentos, associações e cooperativas, dentre outros) podem aportar recursos complementares para esta finalidade.

Como ter acesso aos recursos

1. O pequeno negócio interessado pode procurar o Sebrae mais próximo, para obter a indicação da unidade Embrapii com a competência tecnológica mais adequada para executar seu projeto, ou acessar diretamente: http://www.embrapii.com.br/competencias-tecnologicas

2. A empresa poderá apresentar inicialmente apenas a ideia do projeto. Se a unidade Embrapii considerar ser viável e interessante, eles demandarão mais informações e exigirão a documentação do empresário durante a negociação do projeto.

3. Após obter a pré-aprovação do projeto por uma Unidade Embrapii, o pequeno negócio deve ir ao Sebrae mais próximo e solicitar uma consultoria para elaboração de um plano de negócio para a solução inovadora proposta e de um plano de atendimento relativo a acesso a mercado e gestão empresarial, que será realizado ao longo da execução do projeto de inovação. Esses planos devem ser entregues à respectiva Unidade Embrapii para que esta possa efetivar a contratação do projeto, uma exigência do acordo Sebrae-Embrapii. Caso a elaboração dos planos venha a demorar mais que 15 dias, o empresário poderá solicitar ao Sebrae uma carta confirmando o início do atendimento, com o objetivo de atender provisoriamente essa exigência para efetivação da contratação do projeto.

4. Após a contratação do projeto, a Embrapii aportará 1/3 do valor do projeto e os dois terços restantes são divididos entre a(s) empresa(s), o Sebrae e a unidade Embrapii que desenvolverá o projeto (os recursos Embrapii e do Sebrae não são reembolsáveis).

Modalidades de projetos apoiados

O que é a iniciativa?

O contrato entre o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) tem o objetivo de dar aos pequenos negócios acesso à infraestrutura e conhecimentos científicos e tecnológicos das unidades da Embrapii.

A inciativa amplia o limite de recursos não reembolsáveis para o desenvolvimento de projetos de inovação industrial.

Além da Embrapii, o Sebrae também aporta recursos financeiros, mas eles são considerados como parte da contrapartida da empresa, diminuindo o valor do investimento que ela precisaria dispor.

Abaixo, uma simulação de possíveis acordos em termos aporte de valores financeiros, para uma melhor compreensão dos benefícios desse acordo para os pequenos negócios (Obs.: são meros exemplos, diversas outras combinações de valores e percentuais são possíveis):

 

Se você, empresário, já concluiu a negociação do seu projeto com uma Unidade Embrapii - identificada por você como a mais adequada ao seu projeto em www.embrapii.org.br/competencias-tecnologicas- entre em contato com o gestor Sebrae no seu Estado (ou de um gestor local por ele indicado), por email, para obtenção da sua Carta de confirmação de atendimento iniciado:

Saiba mais

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora