ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Mon Apr 10 18:21:38 GMT-03:00 2017
Organização
Dicas básicas para a aplicação de adubos e corretivos
Encontre algumas respostas para questões importantes sobre adubação e correção do solo.

Perguntas sobre amostras de solo, compostagem e rotação de culturas, entre outras, respondidas pelo engenheiro agrônomo Manoel Elizeu Alvez.

 

1. Como fazer para retirar amostras de solo?

A retirada das amostras deve ser feita de acordo com a configuração do terreno e as características do solo. Numa área que apresenta topografia variada, as amostras dos pontos de maior cota devem ser retiradas separadamente das amostras onde existem baixas ou áreas mais planas. No geral, deve-se amostrar a área em forma de zig-zag, coletando amostras simples para, em seguida, serem convertidas após a mistura em uma só amostra, que é a amostra composta.

Para efeito prático e de fertilidade, nas culturas de ciclo se retira a amostra simples com profundidade de 0-20 cm. Entretanto, para as amostras nas quais serão plantadas culturas permanentes, retira-se de 0-20 e de 21-40 cm, sendo que a parte de superfície tem que ser desprezada para não interferir quanto ao teor de matéria orgânica.

2. Devemos retirar materiais orgânicos superficiais?

Sim.

3. O solo precisa ser virgem?

Pode ser em qualquer solo: tanto solo não cultivado, como solo sistematicamente cultivado. Nas culturas anuais, as amostras devem ser retiradas a cada ciclo da cultura. Para as culturas perenes, pelo menos anualmente.

4. Posso substituir madeira por folha na confecção da matéria orgânica (composto)?

Para usar a matéria orgânica, é necessário que se utilize o máximo possível de fonte de materiais. A madeira geralmente é fonte de lignina, componente muito importante para a fertilidade do solo. As folhas e cascas de grãos, frutos etc. são ricos em celulose. São importantes para compor os materiais que vão promover a fertilidade do solo, mas não são excludentes, ou seja, são todos absolutamente necessários.

5. Pode-se colocar o fósforo junto à matéria orgânica para o plantio de melancia?

Isso é imprescindível para melhor disponibilidade do elemento, assim como evitar que haja reações indesejáveis do elemento com os materiais de argila do solo, o que pode promover efeitos danosos de indisponibilidade.

6. Qual o composto ideal?

O composto ideal é aquele em que há maior diversidade de materiais usados na compostagem e que promove diversidade e aumento de micro-organismo no meio onde for usado.

7. Por que a planta morre quando se coloca muito esterco?

Não é questão de quantidade, é questão de ser o esterco “fresco”, não curtido, muito rico em nitrogênio – por exemplo, sais de amônia. Esses gases são tóxicos ao vegetal. Por outro lado, no processo de decomposição do material, ocorre uma reação exotérmica que também é prejudicial ao vegetal.

8. Podemos colocar esterco fresco na planta?

É melhor curtir o esterco.

9. No caso do coqueiro, devo colocar adubo perto do tronco ou na bainha?

No coqueiro o sistema radicular é fasciculado, e se distribui do tronco até à projeção da copa.

10. Que quantidade de calcário deve-se colocar no solo?

Depende da resposta da análise do solo e do sistema de manejo da cultura.

11. Qual o melhor: pó de serragem ou esterco?

Não há comparativo, os dois são importantes e não se excluem mutuamente.

12. De quanto em quanto tempo deve se fazer a rotação de cultura?

Sempre que puder.

13. Qual o tempo que leva para decompor a massa verde?

Depende idade do material, que vai influir diretamente na reação carbono/nitrogênio. Depende também do manejo empregado no processo de compostagem. Há ocasião em que se utiliza até substâncias ricas em bactérias celulolíticas e alguns ácidos, para atuação do material na folha de compostagem, o que acelera o processo de decomposição.

14. Pode-se misturar adubo químico mineral na compostagem?

Pode e deve, depende de necessidade refletida na análise de solo.

15. Quanto tempo leva para ficar pronta a compostagem?

Depende do manejo. Numa compostagem sólida, por exemplo, leva de 45 a 90 dias para ficar pronta, em condições normais de manejo. Em uma compostagem líquida aeróbica e semiaeróbica, pode levar de 18 a 22 dias.

16. O que acontece quando há má interpretação da análise do solo, ou quando ela não é bem feita?

O paciente principal, que é a planta, vai sofrer. É necessário que se resolva este problema, procurando não somente a coleta correta, mas a interpretação e prescrição correta.

17. Matéria orgânica é suficiente para adubação?

Quando combinada, e em proporção conveniente, sim. Porém, é muito difícil, em cultivos comerciais e extensivos, trabalhar só com matéria orgânica.

18. E quanto à deficiência de elementos minerais na matéria orgânica?

Pode ser suprida quando se tem material de diversas origens.

19. É possível a aplicação de herbicidas na fruticultura?

A rigor, não se deve aplicar herbicida em fruticultura por razões ecológicas e funcionais do solo e sua inter-relação com os micro-organismos. No caso da produção de grãos, é necessária uma maior reflexão, pois há efeitos alelopáticos mais contundentes em culturas de ciclo curto.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora