ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Sat Apr 18 19:14:56 GMT-03:00 2020
Planejamento
Dicas para minimizar perdas de alimentos durante a quarentena
Seu estabelecimento interrompeu as atividades nessa quarentena? Não perca essas dicas para minimizar perdas de alimentos!

Fechar ou não fechar? Que decisão difícil de se tomar, não é mesmo? Você não está sozinho nessa. Alguns serviços de alimentação, como restaurantes, padarias e outras pequenas indústrias ou comércios optaram por interromper as atividades enquanto durar a quarentena, mesmo com autorização para funcionarOs motivos vão desde decisões pessoais (e coletivas) de se evitar o aumento da contaminação pelo novo coronavírus até a impossibilidade de manter o negócio aberto sem grandes prejuízos, com a concessão de férias a todos os funcionários, por exemplo 

Fato é que a interrupção foi abrupta e a Qualifica Alimentos - empresa especialista em vigilância sanitária, alertou seus seguidores no Instagram (@qualificaalimentossobre os cuidados necessários para minimizar as perdas desperdícios enquanto estiverem fechadosO Sebrae fez um resumo delas para você. Anota aí:

1. Mantenha os estoques e equipamentos de armazenamento (refrigerador e freezer) LIMPOS, ORGANIZADOS, VENTILADOS, livre de materiais em desuso; 

2. As matérias-primas, os ingredientes, as embalagens e outros produtos devem ser armazenados de acordo com suas características e recomendações do fabricante, em local adequado. Os alimentos devem ser armazenados separadamente dos materiais de limpeza, embalagens e descartáveis, por exemplo; 

3. Faça porções para congelamento dos alimentos. Os alimentos congelados possuem prazo de validade maior; 

4. Identifique todos os alimentos abertos ou congelados em porções com as seguintes informações: nome do produto, data de abertura/porção e data de validade; 

5. A validade dos produtos depende da temperatura dos equipamentos. São elas: 
a) entre -5ºC e 0ºC: prazo de validade de 10 dias; 
b) entre -10ºC e -6ºC: prazo de validade de 20 dias; 
c) entre -18ºC e -11ºC: prazo de validade de 30 dias; 
d) inferior a -18ºC, com prazo de validade de 90 dias. 
(IN 16, DF) 

6. Quase todos os alimentos podem ser congelados. Eles não perdem a propriedade organoléptica (relativa a aspectos sensoriais: cor, brilho, cheiro, textura, sabor, etc)Tem alguma dúvida de armazenamento? Pergunte para a consultora que te acompanha ou fale com o Sebrae que vamos tentar de ajudar; 

7. Mantenha os produtos secos protegidos e identificados. Após abertos, eles possuem o prazo máximo de 30 dias. Se estão fechados, você deve respeitar a validade do rótulo do produto. Caso a sua empresa tenha uma máquina a vácuo, é possível embalar os produtos secos e o prazo de validade aumentará para 90 dias. 
 

Coloque em prática essas dicas simples para ter menos perdas quando o seu estabelecimento voltar a funcionar!

Escrito por Mayra Viana, colaboradora do Sebrae Nacional. 

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora