this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Fri Dec 14 16:23:43 BRST 2018
Finanças | GESTÃO FINANCEIRA
Dinheiro em caixa é questão de organização

As empresas podem evitar endividamento e ter sobras para investimentos e aquisições com um controle bem organizado do fluxo de caixa.

· 19/12/2013 · Atualizado em 14/12/2018

Gerar receita é um desafio para todas as empresas, assim como saber usar adequadamente o dinheiro obtido. Para evitar problemas com endividamento, os empreendedores precisam seguir o lema “primeiro receber, depois pagar”. Caso contrário o dinheiro para realizar pagamentos virá de empréstimos de curto prazo, que são os mais caros.

Com um fluxo de caixa organizado é possível manter uma ordem nas suas finanças e avaliar a saúde do seu negócio, podendo controlar as movimentações financeiras em determinado período, ou seja, as entradas e saídas de recursos financeiros. Isso proporcionará a tomada de decisões mais acertadas e conscientes. 

Alguns controles podem auxiliar:

  • O das contas a pagar, que deve ser feito por ordem de datas de vencimento;
  • O das contas a receber, também feito por ordem de datas de vencimento;
  • O cruzamento da sequência de recebimentos com a sequência de pagamentos, em cada data.

Se o cruzamento em uma data futura indicar que haverá valor de pagamento superior ao valor de recebimento, providências antecipadas poderão ser tomadas, evitando a necessidade de pegar empréstimos. A situação muitas vezes pode ser resolvida com decisões simples e negociação, de forma a postergar alguns pagamentos de fornecedores ou conseguir a antecipação de recebimento dos clientes.

Gestão financeira

Principais elementos da gestão financeira

Administrar as finanças é uma tarefa que pode ser bastante simples e que deve levar o empresário a tomar decisões estratégicas mais eficazes, visando ao crescimento e à solidez do negócio. Para que isso aconteça é necessário conhecer a estrutura da área financeira. Não basta analisar a empresa apenas pelo seu dinheiro em caixa, pelas suas vendas e recebimento. É preciso analisar também outros fatores.

Algumas empresas podem não estar com dinheiro em caixa e mesmo assim serem empresas lucrativas. Outras podem apresentar, num determinado momento, caixa positivo sem que por isso sejam consideradas empresas lucrativas.

Certos empresários acreditam possuir informações suficientes para controlar e tomar decisões apenas com os dados de entradas e saídas de recursos. Na verdade, esta é apenas uma das partes que se deve administrar.

Estruturação financeira

Para saber se a empresa está obtendo lucro e onde está esse lucro, é necessário conhecer o tripé da estruturação financeira:

1. Caixa – Controles financeiros básicos

Registro de caixa das entradas e saídas, contas a pagar e a receber, controle bancário e de estoques e fluxo de caixa.

2. Lucro – Apuração de resultado

Receitas x custos e despesas, margem de contribuição, despesas e custos fixos e variáveis, lucro ou prejuízo, estratégias para aumentar o lucro e tomada de decisões.

3. Patrimônio – Estrutura patrimonial

Bens da empresa, enriquecimento x empobrecimento, capital de giro, tendências de crescimento, endividamento e rentabilidade.

Não é possível analisar se a empresa está com uma boa situação financeira conhecendo apenas um desses aspectos.

Saiba mais

Como implantar um fluxo de caixa na sua empresa

Conheça nossa Cartilha de Gestão Financeira

Se necessário, procure a orientação de um especialista nos nossos Canais de Atendimento.

 

 

Nos ajude a melhorar este conteúdo! Avalie abaixo se o conteúdo foi útil ou não para você. Se não foi útil, nos diga o que ficou faltando para poder melhorá-lo!

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de formar online e gratuita.

Acesse agora