DESAFIO

Empreender por amor: como fazer um negócio a dois dar certo

Quando a vida pessoal e profissional se encontra, é preciso aprender a lidar com conflitos. E, com sabedoria, a gestão em casal pode ser a chave para o sucesso.

  • Sonhem juntos

Para alguns casais, as responsabilidades da vida a dois vão além de cuidar da casa e da rotina. Empreender junto ao parceiro é um desafio e, para que a união da vida profissional e da pessoal não se torne um problema, é preciso saber administrar e entender as diferenças de cada um dos lados.

Apesar das dificuldades, existente na maioria dos empreendimentos familiares, o amor e a harmonia de um relacionamento, quando refletidos na gestão de um novo negócio, podem gerar ótimos resultados. Para apoiar aqueles que estão pensando em dar início a um negócio com o parceiro, separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença. 

Sonhem juntos
  • Saiba dividir as tarefas

A vida em casal começa quando duas pessoas juntam seus sonhos e metas para o futuro. Logo, assim que a decisão de começar um negócio é tomada, o primeiro passo é traçar, em conjunto, os planos e metas da empresa. Ambos têm que concordar com os rumos do negócio.

Quando as vontades estão alinhadas, a chance de que a gestão do negócio seja corente é maior ainda. Para isso, basta que exista uma relação de cumplicidade, confiança e entrega mútua. É fundamental ter paciência e manter sempre o diálogo aberto, para que o sonho não se transforme em pesadelo.

gfhfghfhfchf

Perseverança e união foram as palavras que renderam o sucesso da empresa Eventbrite, fundada em 2006 pelo casal americano Julia e Kevin Harz. No início, quando ainda eram recém-noivados, Julia relutou com a ideia de começar um negócio com seu companheiro, pensando na dificuldade de conciliar a nova vida – os dois haviam acabado de decidir morar juntos – com a abertura de uma empresa.

Entretanto, a perseverança e positividade de Kevin fizeram a noiva mudar de ideia e, atualmente, a Eventbrite conta com cerca de 200 empregados, já registrou mais de US$ 1 bilhão em vendas brutas de ingressos e define-se como a maior plataforma de gerenciamento de eventos e vendas de ingressos.

Empreender em casal pode dar certo: a Eventbrite cresceu rápido, conquistou espaço no mercado e já vendeu mais de US$ 1 bilhão em ingressos.

Saiba dividir as tarefas
  • Sonhem juntos
  • Casamento x Empresa

Essa lição precisa ser aplicada em qualquer tipo de empreendimento e, em negócio a dois, não poderia ser diferente. Mas, diferente dos demais tipos de sociedade, o casal conhece muito bem um ao outro, conhecendo suas preferências e habilidades.

Para abrir um negócio em casal é preciso ter muito equilíbrio para acabar não se frustrando. Aprenda a conciliar tudo isso de acordo com o que cada um prefere fazer, mas seja sempre flexível: nem sempre dá pra fazer tudo exatamente do jeito que desejamos, e é preciso ser mais maleável.

A divisão de tarefas da empresa não deve se espelhar na divisão de tarefas domésticas que, muitas vezes, é desigual e baseada em padrões de gênero. A não ser que seja definido, por ambas as partes, adotar uma hierarquia diferente, as opiniões dos dois lados do casal precisam ter o mesmo peso na hora de tomar grandes decisões. É extremamente importante, para os homens, perder o medo da impotência pelo papel da mulher na gestão do negócio.

Por isso, assim como deve ser no relacionamento, é preciso saber lidar com o fato de que seu parceiro tem opiniões diferentes. Um segundo ponto de vista pode ajudar a enxergar outros aspectos de uma situação e levar a uma tomada de decisão mais assertiva.

Casamento x Empresa
  • Saiba dividir as tarefas

Na hora de as duas coisas é importante entender que, na maioria das vezes, um clima ruim no escritório pode ser relevado pelo casal ao chegar em casa, mas é mais difícil fazer o mesmo quando o contrário acontece. Quando a vida profissional e a pessoal convergem, o tempo reservado à vida particular do casal pode ser invadido, constantemente, pelas tarefas da empresa, mas o relacionamento fora do escritório deve ser prioridade.

Momentos de tensão são invitáveis e saber manter a calma é essencial. É muito mais fácil que as divergências, que em casa não eram percebidas, apareçam na hora de gerir um negócio e, por isso, lembre-se que o diálogo é necessário para que essas diferenças não estraguem o clima também fora de expediente.

Um exemplo disso foi a união das vidas profissionais de Luiz Fernando e Simone Amaral que, em 2004, resolveram abrir o Centro de Formação de Terapia Corporal, em Niterói. Desde o começo os dois tomam grandes decisões juntos, mas têm funções bem estabelecidas: ela cuida da administração e da produção de eventos, enquanto ele coordena questões pedagógicas do espaço e assume as tarefas domésticas.

Em entrevista para o jornal O Globo, o casal de terapeuta disse que para um casamento ser duradouro, é preciso cooperação. Para Luiz Fernando e Simone, os maiores conflitos são relacionados à competição: “briga-se muito sobre quem faz mais. Enquanto um acha que trabalha mais e é sobrecarregado; o outro se sente menosprezado. Normalmente, eles não percebem essa competição”

Assim como os relacionamentos, não existem sociedades 100% perfeitas. É necessário aprender a lidar com os problemas, sempre se colocando no lugar do parceiro, dividir responsabilidades significa, também dividir a culpa por coisas que podem vir a dar errado e, principalmente, dividir a alegria do sucesso.

O Dia dos Namorados está chegando e, depois de aprender um pouco sobre como o amor e os negócios pode dar certo, pode ser hora de perguntar ao seu parceiro: quer empreender comigo? 

Seja uma inspiração!

Assim como a Eventbrite o seu negócio pode servir de inspiração para muita gente. Você empreende com o seu amor? Deixe outras pessoas conhecerem sua história! Basta usar a hashtag #SebraeADois que ela pode aparecer na página do Facebook do Sebrae. Confira as regras abaixo: 

Facebook Live

André Dantas, especialista em finanças, e Lígia Pereira, psicóloga, vão participar do bate-papo Empreender a dois: como conciliar amor e negócios. Eles vão falar sobre como casais empreendedores podem equilibrar as contas pessoais e da empresa e as melhores maneiras de resolver conflitos no relacionamento e no ambiente de trabalho.

A transmissão será no dia 14 de junho, às 15h, no Facebook do Sebrae. Não perca!