ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e eventos do seu estado

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Fri Jun 06 14:03:54 GMT-03:00 2014
Organização
Entenda a cadeia produtiva da suinocultura
Conheça as fases do processo de produção de suínos e os tipos de produção que podem ser realizados pelos criadores.
  • Sistemas de produção
  • Tipo de produção

A cadeia produtiva inclui o processo que parte das matérias-primas, passa pelo uso de máquinas e equipamentos, pela incorporação de produtos intermediários e chega até o produto final, distribuído por uma rede de comercialização.

De acordo com o modelo desenvolvido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a cadeia da suinocultura é composta por cinco subsistemas:

  • Apoio: fornecedores de insumos básicos e agentes transportadores;
  • Produção da matéria-prima (produção agropecuária): empresas rurais que geram, criam e engordam os animais para o atendimento das necessidades das indústrias de primeira transformação; podem estar integradas em um único empreendimento ou divididas em diversos empreendimentos;
  • Industrialização: há dois tipos de indústrias na suinocultura. As indústrias de primeira transformação abatem os animais e obtêm as peças de carne, conforme as condições de utilização necessárias para os demais agentes da cadeia. Já as indústrias de segunda transformação incorporam a carne em seus produtos ou agregam valor a ela.
  • Comercialização: atacadistas ou exportadores, varejistas (supermercados, açougues etc.); e empresas de alimentação coletiva/mercado institucional ou aquelas que utilizam a carne como produto facilitador (restaurantes, hotéis, hospitais, escolas, presídios e empresas de fast food e catering).
  • Consumo: consumidores finais, responsáveis pela aquisição, preparo e utilização do produto final. Estes determinam as características desejadas no produto, influenciando os sistemas de produção de todos os agentes da cadeia produtiva.

Sistemas de produção

Dentro da caída produtiva, é importante destacar as características do subsistema de produção da matéria-prima. Basicamente, a criação de suínos pode ser de dois tipos: intensiva ou extensiva.

Na criação intensiva, os animais são criados confinados em baias ou gaiolas, em uma área relativamente pequena, com foco na produtividade e na economia do sistema.

Existem três tipos de criação intensiva:

  • ao ar livre, em que os animais ficam em piquetes;
  • tradicional, em que se utilizam os piquetes apenas para machos e fêmeas em cobertura ou gestação;
  • confinado, em que os animais de todas as categorias permanecem sobre piso e sob cobertura, podendo-se, ainda, separá-los por fases em vários prédios.

Tipo de produção

O produtor pode optar por uma produção que englobe todo ciclo de produção ou por apenas determinada fase desse ciclo:

  • A produção de ciclo completo abrange todas as fases de produção e tem como produto final o suíno terminado;
  • A produção de leitões envolve a fase de reprodução e tem como produto final os leitões – desmamados ou para terminação;
  • A produção de terminados envolve somente a fase de terminação;
  • A produção de reprodutores visa obter futuros reprodutores — machos e fêmeas.
Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora