this is an h1

this is an h2

Tue Apr 26 10:51:13 BRT 2022
Inovação | INOVAÇÃO
Entenda o metaverso e como ele pode ser uma oportunidade de negócio

Conheça a história do empresário e estilista Philipp Plein, que arrecadou milhões de dólares vendendo produtos no metaverso

· 26/04/2022 · Atualizado em 26/04/2022
Imagem de destaque do artigo

Imagine um espaço no qual seja possível integrar o mundo virtual ao mundo real: esse é o metaverso. Isso pode até não parecer grande novidade para uma sociedade totalmente inserida no meio digital, certo? Errado! O metaverso vai muito além de tudo o que a humanidade já experimentou dentro do universo digital.

A ideia é que os usuários acessem uma realidade paralela, por meio de tecnologias modernas, para uma experiência de imersão nunca antes vista. Apesar de não ser concreto, no sentido palpável da palavra, o objetivo é proporcionar sensação de realidade por meio dos óculos de realidade virtual e hologramas, por exemplo.

Quer se aprofundar no assunto e ficar por dentro das tendências de mercado nesse universo? Participe da 5ª edição da Semana de Transformação Digital do Sebrae.

Vamos aos exemplos: já pensou viver a experiência de pisar no solo de Marte ou conhecer de perto os anéis de Saturno durante uma aula de astronomia? Nesse caso, o estudante realizará uma viagem espacial sem precisar sair da sala de aula.

Na medicina, várias possibilidades estão sendo desenvolvidas. Algumas inovações são: cirurgias a distância; roupas que medem o nível de temperatura e transpiração de uma pessoa; e até mesmo cursos que dispensarão corpos reais para ensinar anatomia.

Apesar de polêmico e ainda complexo para alguns, muitos empresários já encaram essa realidade paralela como excelente oportunidade de negócio. Esse é o caso do Philipp Plein, CEO e showman da sua marca de roupa própria.

Diante de um universo ainda pouco explorado, o executivo investiu em campanha educacional para tornar o metaverso ainda mais acessível ao público comum. Uma das iniciativas foi disponibilizar NFTs para venda em seu site, com pagamento em cartões de crédito comuns, ApplePay ou criptomoedas.

Além disso, ele pretende abrir uma loja em Londres para auxiliar as pessoas que desejam entrar nesse universo. “Quando você entrar, nós o ajudaremos a fazer uma carteira Metamask; queremos ser uma espécie de centro de informação para as pessoas que querem entrar neste mundo, e as criptomoedas fazem parte disso, porque uma está ligada à outra”, relata o empresário.

A ideia de vender os NFTs em seu site rendeu bons frutos. O empresário desenvolveu um jogo com os personagens NFT Lil Monsters Gang Crypto King$ da Tudisco e promoveu competição entre os compradores. O sucesso foi tão grande que o prêmio para alguns participantes – escultura física no valor US$ 20.000 – se esgotou rapidamente.

A moda não poderia ficar de fora dos projetos de Plein. Em seu desfile em Milão, o empresário realizou a pré-venda dos seus últimos lançamentos de tênis, o Plein Sport, e arrecadou mais de US$ 1 milhão em poucos dias.

Sua marca também esteve presente na primeira Metaverse Fashion Week. No primeiro desfile realizado no metaverso, seu item mais vendido na Decentraland – plataforma que realizou o evento – foi uma jaqueta digital dourada no valor de US$ 17.610.

Gostou desse conteúdo? Faça parte do nosso grupo do Telegram e esteja sempre atualizado sobre as principais tendências sobre marketing digital.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora