Pular para o conteúdo principal
Wed Feb 03 12:13:52 BRT 2021
Empreendedorismo | COMPETITIVIDADE

“Novo Normal” aponta caminhos para os profissionais da beleza

Novos comportamentos, tendências, segmentação e parcerias são alternativas para continuar os cabeleireiros, manicures, esteticistas e outros profissionais.

· 18/01/2021 · Atualizado em 03/02/2021

“Em tempos de crise, há quem chore e há quem venda lenços”, afirma um antigo ditado que se aplica perfeitamente aos profissionais da beleza como cabeleireiro, barbeiro, esteticista, manicure, pedicure, depilador e maquiador. A pandemia do Coronavírus afastou a clientela dos salões de beleza e clínicas de estéticas de todo o mundo. Mas também abriu novas oportunidades para quem vê as dificuldades como desafios que, superados, lhe garantirão maior destaque no mercado.

Oferecer segurança em tempos inseguros, atendimentos com respeito ao isolamento social, buscar parcerias com outros profissionais, optar pela segmentação de mercado e apostar na mídia digital como elemento de construção de sua imagem são ótimas alternativas para esses tempos. Afinal, um dos principais atrativos do ofício de cabeleireira(o) é estar muito próximo da clientela. E você não pode perder a chance de manter-se perto de quem confia em seu trabalho.

1. Fique atento às tendências

Sua clientela está sempre interessada nas novas tendências, que aparecem na TV e no cinema, nas revistas e nas redes sociais, do país ou do exterior. Esteja sempre atento aos rumos da moda, para poder oferecer ao cliente uma ampla variedade de opções, que diferencie seu trabalho no mercado. A internet, publicações especializadas e eventos – presenciais ou virtuais – são as melhores opções para você se manter atualizado. 

2. Aposte na Green Beauty

Os produtos botânicos, veganos e orgânicos estão em alta para consumo e tratamentos no salão de beleza. A "Beleza Verde", em tradução livre, é cada vez mais procurada por clientes que querem menos componentes químicos fortes e produtos mais naturais. Aposte oferecendo itens e serviços que são aderentes à ideia, assim, você poderá testar a receptividade dos consumidores. 

3. Segmentação: um mercado em alta

O mundo aceita cada vez mais a variedade de apresentações pessoais e isso abre, para a(o) cabeleireiro(a) grandes oportunidades para apostar na segmentação de mercado. Muitos salões ganharam fama e clientes investindo, por exemplo, na especialização em tranças ou em penteados étnicos. Estude com carinho sua clientela – atual ou potencial. Talvez a segmentação seja o melhor caminho para você ampliar suas atividades.

4. Parcerias com outros profissionais

Oferecer, sempre com segurança, “pacotes” de serviços pode ser outro diferencial muito importante para você se afirmar no mercado. E o ofício de cabeleireiro abre inúmeras possibilidades de parcerias com outros profissionais, sempre visando à comodidade do cliente. Assim, o penteado ideal pode ser complementado por serviços de profissionais como manicure ou podólogo. Parcerias desse tipo podem duplicar ou triplicar a clientela de cada um dos profissionais envolvidos.

5. Entre firme no mundo digital

O mundo da comunicação vem passando por transformações profundas há muito tempo. A pandemia causada pelo novo coronavírus acelerou essas mudanças. A comunicação digital ganhou ainda mais força por conta do isolamento social, em detrimento de formas mais tradicionais de se aproximar de seu cliente, como a distribuição de folhetos. 

Ter um site e marcar presença nas principais redes sociais (Instagram, Facebook ou outras, de acordo com o perfil de sua clientela) são fundamentais nesses novos tempos. Contar com um perfil no Google Maps também amplia sua visibilidade na internet. Ainda que você não tenha um salão e atenda em domicílio, é importante marcar um ponto no Google Maps, mesmo que ele indique sua residência. Isso porque, quando alguém busca uma cabeleireira ou manicure em sua cidade ou bairro, o robô de busca do Google prioriza quem está no Google Maps.

Mas não basta estar nas redes sociais. Você precisa oferecer o conteúdo que o cliente procura, para decidir a que profissional vai recorrer. Seu trabalho é essencialmente visual, então, apresente sempre uma variedade de fotos com suas produções. E, também, vídeos de curta duração (no máximo, dois minutos), mostrando o resultado do seu trabalho, assim como testemunhos de clientes satisfeitos. O compartilhamento dessas imagens será decisivo para o crescimento de seus negócios.

A popularização das lives durante os meses de isolamento social forçado também pode indicar a você novos caminhos. Que tal convidar seus clientes – atuais e potenciais –, assim como seus amigos, para uma live com profissionais sobre as tendências da moda para quem quer penteados inovadores?

O primeiro passo nesse caminho de trocar o choro pela produção de lenços – ou melhor, de penteados –, é analisar cuidadosamente o mercado, as possibilidades abertas e o investimento necessário, e formalizar seu negócio. O SEBRAE oferece apoio, cursos, material e orientações em todas essas etapas.

Quer ser quem “faz a cabeça” de seus clientes? Então, siga esse caminho para montar seu negócio de sucesso:

Leia o artigo: Dez fatores-chave para o sucesso de um salão de beleza.

Cabeleireiros e manicures podem ser MEI – Microempreendedores Individuais? Saiba como se formalizar.

Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora