Pular para o conteúdo principal
Wed Feb 03 12:27:17 BRT 2021
Empreendedorismo | COMPETITIVIDADE

Pandemia e novas tendências ampliam mercado do farmacêutico

Na contramão de todas as crises, o mercado do farmacêutico cresce ano a ano, no brasil e no mundo

· 18/01/2021 · Atualizado em 03/02/2021

A busca de substâncias para eliminar dores e curar doenças é uma das atividades mais antigas da humanidade. Há um fio de continuidade histórica ligando os  feiticeiros e xamãs, presentes em todas as culturas desde a Antiguidade, aos alquimistas da Idade Média, às boticas europeias do século XVIII e às modernas farmácias.

O curso superior de Farmácia foi um dos primeiros a serem criados no Brasil, em 1832, no Rio de Janeiro. Quase um século depois, em 1931, a profissão de farmacêutico foi regulamentada, passando a poder ser exercida apenas pelos graduados em Farmácia. 

Nas últimas décadas, o campo de atuação do farmacêutico vem se ampliando vigorosamente, por diversos motivos. Entre eles, o envelhecimento da população e a expansão de tratamentos de saúde – muitos deles absorvidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou pelos planos privados. Tudo isso aumenta a demanda por medicamentos.

Destaca-se, ainda a proliferação das farmácias de manipulação – que elaboram produtos personalizados, de acordo com as necessidades exatas do paciente. A disseminação dos medicamentos genéricos e o acesso do paciente à informação via internet também vêm transformando o farmacêutico em uma fonte de informações cada vez mais confiável para o público.

Veja a seguir algumas dicas para o(a) farmacêutico(a) disposto a empreender. 

1. Áreas de atuação

De acordo com a regulamentação profissional, o farmacêutico pode atuar nas áreas de fármacos e medicamentos, análises clínicas e toxicológicas, e, também, no setor de alimentação. Nas duas últimas áreas, há interfaces e cruzamentos importantes com outras profissões, como as de bioquímico, nutricionista e engenheiro de alimentos.

Uma atividade que cresceu muito nos últimos anos foi a harmonização facial com aplicação de substâncias como ácido hialurônico ou botox. Farmacêuticos por serem habilitados na aplicação de 

2. Mercado e formas de empreender

O fato é que o Brasil já era, em 2020, o 6º maior mercado farmacêutico do mundo (o maior são os Estados Unidos), com vendas de R$ 79,2 bilhões entre janeiro e julho daquele ano. E se a pandemia de Covid-19, que espalhou-se pelo país nos primeiros meses de 2020, criou sérios problemas para a economia brasileira, ela não afetou o mercado farmacêutico. Ao contrário, apenas estendeu o campo de atuação do profissional.

O farmacêutico disposto a empreender pode optar pela instalação de uma drogaria ou de uma farmácia de manipulação. Atenção especial para um mercado em franco crescimento: o das farmácias veterinárias, que acompanha a maior sofisticação dos cuidados com os pets no Brasil. Afinal, nunca os animais de estimação estiveram tão próximos de seus donos como na pandemia.

Ainda, a associação entre estética e bem-estar, que já era uma forte tendência, virou uma verdadeira referência em autocuidado. Óleos essenciais, maquiagem não testada em animais, produtos naturais produzidos de forma artesanal são, cada vez mais, uma forma de cuidar da beleza e da saúde - das pessoas e do planeta. Uma busca por cosméticos veganos no Google ilustra o tamanho e potencial desse mercado.

3. Parcerias com outros profissionais

É cada vez maior o número de farmacêuticos que selam parcerias com outros profissionais para diversificar e ampliar os seus negócios. Assim, as farmácias podem oferecer o apoio de nutricionistas para indicar ao cliente a melhor dieta para potencializar seu tratamento. Ou de fisioterapeutas para sugerir exercícios capazes de acelerar a recuperação de uma doença. Lembre-se de que parcerias bem feitas multiplicam o mercado de todos os envolvidos.

4. Fique atento às novidades do mercado

Em tempo de pandemia, é fundamental estar atento à conjuntura nacional e internacional, para prestar a informação mais acurada ao seu cliente e, assim, garantir a sua confiança. E o seu retorno ao estabelecimento.

O avanço dos negócios e da comunicação no mundo digital também podem abrir novas oportunidades de negócios para o farmacêutico. Se temos que conviver com o isolamento social – em maior ou menor grau –, você não pode deixar de contar, por exemplo, com o delivery de medicamentos.

E no que se refere à comunicação digital, aproveite a demanda do público por informações qualificadas para apresentar seu negócio e os serviços que presta. Que tal oferecer à sua rede de contatos uma live sobre a eficácia das vacinas? Um pequeno impulsionamento bem articulado nas redes sociais pode garantir que esse conteúdo – importantíssimo nos tempos em que vivemos – chegue ao seu público direto como os moradores das imediações de seu estabelecimento.  

5. Conheça melhor as oportunidades de abrir seu negócio

Acesse a ideia de negócio como montar uma drogaria.

Acesse ideia de negócio como montar uma farmácia de manipulação.

Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora