ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Mon Dec 02 16:29:18 GMT-03:00 2019
Organização
Saiba como manejar uma criação de galinha caipira
Confira 12 dicas que ajudam a melhorar o desempenho da produção dessa ave, que rende mais lucro aos produtores.

1. Como deve ser a alimentação da galinha caipira?

Depende do objetivo da criação, que pode ser comercial ou fundo de quintal (consumo próprio). A criação comercial necessita de uma alimentação balanceada que forneça os nutrientes necessários à produção de ovos ou carnes.

2. Posso fabricar a ração na propriedade?

Sim. Para isso deve obter uma fórmula de ração com técnico habilitado e ter as máquinas para triturar e misturar os componentes da ração.

3. Qual a ração ideal para a fase inicial da criação?

As aves necessitam de uma alimentação bastante energética, o que contribui para o crescimento acelerado. O comércio dispõe de fórmulas com qualidade. Caso decida produzir, procure um técnico que a formule adequadamente.

4. Existe um modelo de estrutura para criação de galinhas caipiras?

Sim. A estrutura básica inclui a necessidade de um galpão para refúgio e um sistema de piquetes para pastagens.

5. Quantas vezes ao dia devemos alimentar a galinha caipira?

Duas vezes ao dia. Uma pela manhã, outra à tarde. Nunca depois das 17h para evitar que fiquem restos que possam atrair ratos e insetos nocivos.

6. Como devo fornecer água à criação?

A água deve ser de boa qualidade e deve ser fornecida à vontade e em bebedouros limpos.

7. Como devo fazer para a galinha deixar o choco?

Numa criação com fins comerciais o choco é indesejável. Quando acontecer procure descartar a ave. No caso de o descarte não ser interessante, deve-se isolar a ave em local afastado dos ninhos e fornecer comida e água à vontade.

8. É correto manter os pintinhos com a galinha?

Para obter maior aproveitamento produtivo da galinha, é indicado que os pintinhos sejam separados logo ao nascer e sejam mantidos em local com fonte de aquecimento com alimento e água. Feito isso, a galinha deve retornar à postura em cerca de 10 dias, caso seja bem alimentada.

9. Qual a melhor altura dos poleiros?

Não deve ser muito alto para evitar quedas. Deve ter entre 40cm e 50cm de altura.

10. Qual a diferença entre a nutrição de galinhas caipiras e animais de granja?

As galinhas de granja não têm acesso a pasto e a nutrição é exclusivamente no comedouro, com ração balanceada. Já as  caipiras se alimentam de grãos, restos de culturas, insetos, minhocas e pequenos répteis. Em alguns casos as galinhas caipiras recebem 50% de ração balanceada e o restante dos nutrientes são obtidos a pasto.

11. É necessária a presença de galos para a galinha produzir ovos?

Não. O ovo pode ser formado sem que haja fecundação por parte do sêmen do galo. O ovo não fecundado dura cerca de 30 a 40 dias em temperatura ambiente. Já o ovo fecundado dura cerca de 10 dias sob refrigeração.

12. Qual a diferença entre galinhas caipiras de postura para galinhas de granja selecionadas?

A diferença básica está na produtividade e alimentação. As caipiras põem menos ovos e 50% de sua alimentação é obtida a pasto. As galinhas selecionadas têm a alimentação balanceada e põem mais ovos.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora