this is an h1

this is an h2

Mon Jan 10 15:57:15 BRT 2022
Mercado e Vendas | EMPRESA
Afinal, o que é o plano de saúde para animais? Entenda!

O plano de saúde para animais é um serviço de atendimento veterinário pago mensalmente e que vem crescendo como uma oportunidade de negócio. Saiba mais!

· 10/01/2022 · Atualizado em 10/01/2022
Imagem de destaque do artigo

Quando se trata do mercado pet, o Brasil está em segundo lugar entre os maiores consumidores de produtos. Em 2018, foram R$ 20 bilhões movimentados, colocando-o atrás apenas dos EUA. Porém, é difícil falar sobre esse setor sem mencionar um segmento que, nos últimos anos, cresceu bastante: o plano de saúde para animais. 

É verdade que há uma tendência crescente de os tutores buscarem mais cuidados para os seus bichos e isso se reflete nas oportunidades de negócio que surgem. Por isso, não é incomum que serviços como esse passem a ser prestados. Mas será que vale a pena investir nisso?

Para que você entenda o que é e como funciona esse tipo de plano, resolvemos contar tudo que se precisa saber. Confira o post!

O que é um plano de saúde para animais?

Tirando o fato de que o atendimento é exclusivamente para os animais, na prática, há pouca diferença em relação ao plano de saúde voltado para as pessoas. Nesse caso, por meio de um contrato, o tutor garante cuidados e benefícios para os seus pets. 

O tipo de atendimento dependerá do plano, podendo incluir desde visitas ao veterinário até cirurgias ambulatoriais e abranger, inclusive, serviços que fogem um pouco do atendimento médico, como spa, auxílio-funeral e descontos em petshops. 

Como funciona?

Todo mês, o tutor paga uma quantia e pode, então, utilizar determinados serviços veterinários. O que ele poderá acessar, como dito, depende do plano escolhido. No entanto, não há um padrão no que é disponibilizado, variando de acordo com a empresa. 

A maioria disponibiliza opções que vão desde o básico, com acesso a consultas, algumas cirurgias, vacinas e exames simples, até o premium, em que são adicionadas visitas domiciliares, internações, instalação de microchips etc. 

Como surgiu essa tendência?

O plano de saúde para animais é um nicho recente e podemos dizer que os primeiros surgiram a partir de 2010. Contudo, nos últimos cinco anos, com a maior humanização dos pets, a procura pelo serviço tem sido grande. Segundo um estudo feito pela consultoria CVA Solutions, o desejo de contratar esse tipo de prestação atingiu 8,7% dos tutores. Em 2016, por sua vez, apenas 3,1% deles tinham interesse.

Qual é a média de preço do plano de saúde para animais?

Os preços variam de acordo com o tipo de contrato, mas, em média, vão de R$ 40 a R$ 397. Algumas empresas podem optar por oferecer condições especiais, como descontos para os três primeiros meses ou uma consulta grátis, o que se torna um diferencial competitivo.

Para quais animais esse tipo de serviço está disponível?

É comum que a maioria das pessoas associe "animais de estimação" a cães e gatos apenas, porém, a categoria vai muito além, abrangendo coelhos, tartarugas, peixes e até cobras, por exemplo. No entanto, infelizmente, em sua maioria, os planos encontrados no Brasil não cobrem esses animais.

A razão para tanto, provavelmente, tem relação com o fato de ainda ser um serviço recente, não havendo, por ora, condições de cobrir pets mais exóticos. Porém, essa pode ser, inclusive, uma ótima oportunidade para quem planeja abrir o seu próprio plano, a fim de expandir mais esse mercado.

Qual é a diferença entre plano de saúde e seguro pet?

Além do plano, existe outra categoria relacionada ao setor: o seguro. Diferentemente do primeiro, em que se pode pagar uma mensalidade para acessar a cobertura, o segundo disponibiliza uma pequena quantia para cobrir os serviços e, depois, o tutor deve reembolsar o valor. Existem dois tipos básicos: o tradicional, que é muito parecido com um seguro de carro, porém, os "bens" são os pets; e outro, em que a cobertura adicional vem junto, como complemento de outro seguro.

Nesse último caso, por exemplo, contrata-se um seguro de vida e ganha-se a assistência para o cão ou para o gato. Em ambos, o tutor pode escolher entre uma rede de clínicas e de serviços conforme o valor da apólice. Alguns dos principais serviços oferecidos são:

  • consultas;
  • exames;
  • emergências;
  • cirurgias;
  • envio de ração;
  • transporte animal;
  • diárias em hotéis para animais.

Qual é a diferença entre plano de saúde e plano de clínicas?

Além do plano de saúde, existe a opção de trabalhar com pacotes de serviços em uma clínica ou em um hospital veterinário, se for o seu caso — que é o que chamamos de "plano de clínica". Diferentemente do plano de saúde, o tutor, nesse caso, fica restrito a fazer consultas, exames, cirurgias e outros procedimentos no mesmo consultório.

Apesar disso, há alguns benefícios interessantes para esse público, como descontos e outros serviços — por exemplo, tosa, banho, produtos para a limpeza etc. Essa opção funciona como uma ótima alternativa para quem tem clientes de confiança e quer fortalecer a sua relação.

Como disponibilizar um plano de saúde animal na sua clínica ou em um hospital veterinário?

A primeira coisa que você precisa decidir são os tipos de planos que serão oferecidos. Nesse caso, é importante estabelecer a quais serviços o cliente terá direito ao contratar cada um deles e quanto eles vão custar.

Tenha em mente, contudo, que é necessário ter um diferencial do que se vê por aí. Por isso, considere que muitos tutores estão satisfeitos com os cuidados que os seus animais de estimação recebem do veterinário padrão. Portanto, a tendência é de que pensem que não precisam desse serviço. Então, o que a sua clínica pode oferecer? Há duas opções: produtos adicionais ou parcerias.

Produtos adicionais

Uma boa ideia é você adicionar serviços e/ou produtos aos planos que oferece, por exemplo, banho e tosa, kits com ração e aplicação de medicações e/ou oferecer descontos. Isso será um diferencial que poderá atrair mais clientes.

Parcerias

Hospitais e outras clínicas com planos de saúde podem se tornar parceiros. Pense em oferecer um plano combinado: de um lado, o seu consultório fornece alguns serviços exclusivos, como consultas em domicílio, aplicação de vacinas etc. e, do outro, o hospital oferece internações e exames. Isso pode ser bem interessante se você não quiser montar o seu plano sozinho. Definiu o seu diferencial? Então, vamos entender agora quais são os outros passos!

Como fazer um plano de negócios?

Dentre as etapas mais importantes, está a determinação das diretrizes do seu empreendimento — e aí entra o plano de negócios. Ele é o planejamento que o empreendedor elabora para definir a empresa, devendo conter um conjunto de elementos práticos que permitam a concretização do projeto econômico do negócio. Esse plano deve ser elaborado a partir das seguintes partes:

  • análise de mercado;
  • balanço financeiro;
  • estudo dos Recursos Humanos;
  • plano de marketing, de produção, de distribuição e de comunicação.

Defina os preços 

Sabemos que esse é um serviço dividido por "pacotes", então, suponhamos que o seu negócio tenha três: o básico, o padrão e o premium. A dificuldade residirá em fixar um preço equilibrado entre os custos do serviço, o valor dos encargos e a margem de lucro.

Então, nesse momento, não cobre tão barato de modo que a sua rentabilidade seja insuficiente para lidar com os custos e não precifique muito além da média de mercado porque, desse modo, o seu serviço será menos interessante do que o oferecido pela concorrência.

Como essa é uma oportunidade de serviço diferenciada?

Ao longo deste conteúdo, mostramos como o plano de saúde para animais é um serviço muito recente no país. Mas não pense que esse pouco tempo de mercado representa um problema. Na verdade, ele é uma excelente oportunidade para quem é veterinário e quer expandir o seu modelo de negócio, inclusive, de repente, criando uma rede de clientes exclusivos e garantindo uma renda mensal.

A verdade é que é um tipo de empreendimento que está associado a diversos benefícios. A seguir, saiba quais são os principais!

É um bom investimento

O mercado de produtos e serviços para animais de estimação cresceu muito nos últimos anos, inclusive em épocas de crise, como a da pandemia. Segundo o IPB (Instituto Pet Brasil), nesse período, o setor teve um faturamento de 13,5% a mais em relação ao ano de 2019.

Isso se dá devido à mudança de comportamento das pessoas com os animais. Nas últimas décadas, essas transformações têm sido muito mais constantes e os consumidores também estão mais exigentes e querem cada vez mais serviços e produtos inovadores.

Assegura um retorno alto

Os cuidados básicos oferecidos para os animais não são baratos, englobando vacinas, cirurgias (algumas quase obrigatórias, como a castração), exames periódicos etc. Muitos precisam ser realizados periodicamente — durante a vida inteira do pet.

Isso representa um retorno quase garantido para quem trabalha em clínicas veterinárias. Até porque quanto mais animais de estimação as pessoas têm, mais elas precisarão desembolsar para garantir a qualidade de vida dos pets.

Aliás, para provarmos o quanto esse mercado é lucrativo, vamos apresentar alguns números: novamente segundo o IPB, o gasto médio do brasileiro por mês com cães é de R$ 338,76. Dependendo do tamanho do animal, o valor varia de R$ 266,18 para cachorros pequenos a R$ 422,59 para os de grande porte.

Está em alta

Por fim, é inegável que o mercado pet está em alta, já que chegou a movimentar, em 2018, R$ 34,4 bilhões, crescendo 4,6% se comparado ao ano de 2017. Além disso, como apresentamos durante este post, o Brasil tem um grande potencial de mercado. Quando se trata do setor de produtos e serviços voltados para animais de estimação, o país só perde para os EUA.

Como você pôde ver, investir em um plano de saúde para animais pode ser uma ótima maneira de expandir a sua área de atuação se você atua como veterinário, proporcionando bons ganhos. Afinal, é incontestável que esse é um setor em expansão.

Este texto o inspirou a abrir um empreendimento próprio? Então, confira o nosso post sobre como fazer um plano de negócio!


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora