this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon Mar 22 12:19:14 BRT 2021
Inovação | SERVIÇO ONLINE
Case transformação digital: saiba como grandes empresas se adaptaram!

O processo de transformação digital soma uma série de vantagens às empresas e diversas corporações passaram ela, como a Netflix e o Magazine Luiza

· 22/03/2021 · Atualizado em 22/03/2021
Imagem de destaque do artigo

Nos últimos anos, as organizações têm passado por um forte processo de transição para o digital, repensando produtos e rotinas. Essa mudança demanda criatividade e flexibilidade, além de inspiração. Por isso, separamos alguns cases de transformação digital.

Grosso modo, pense nessa transformação como uma mudança do analógico para o digital, de modo que a empresa esteja mais bem adaptada à indústria 4.0 e aproveite melhor todas as oportunidades existentes. Muitas grandes companhias passaram — ou estão passando — por essa mudança, bem como colhendo muitos dos seus resultados.

Nos tópicos seguintes, ganharemos profundidade no assunto. Apresentaremos alguns cases de transformação digital, destacaremos os seus benefícios e por onde começar. Boa leitura!

Qual é a importância da transformação digital?

O processo de transformação digital não é fácil. Exige empenho, resiliência e inovação, afinal, torna-se necessário repensar o que já está sendo feito e apostar em práticas muito mais modernas. Apesar do desafio, existem muitos benefícios ligados ao assunto.

Um primeiro benefício é a adaptação da empresa. Todo o mercado tem passado por um forte movimento de digitalização, de modo que muitas das atividades tradicionais estão ganhando versões digitais. Logo, a digitalização soma modernidade e adaptação.

Outro benefício é o aumento da escalabilidade. À medida que os produtos e rotinas são digitalizados, a empresa pode se tornar mais produtiva e obter mais resultados com um menor número de recursos. Isso implica mais crescimento e rentabilidade.

Uma terceira vantagem é a maior proximidade com os clientes. Quando aproveitada corretamente, a digitalização garante mais canais de comunicação com o público e a entrega dos produtos desejados. Assim, torna-se possível gerar mais satisfação e fidelidade.

Existem muitos outros benefícios, é claro. Em última análise, a transformação digital aumenta a competitividade da companhia, permitindo que ela consiga superar os seus rivais e encontrar um bom posicionamento no mercado. Assim, há mais chances de sucesso.

Quais empresas estão promovendo transformação digital?

Além de ânimo, o processo de transformação digital exige inspiração. É preciso olhar para empresas que estão "apostando" no que há de mais moderno e obtendo grandes resultados com isso, extrair algumas lições e aplicar as melhores ao expediente de trabalho. Nos tópicos seguintes, apresentaremos alguns casos de transformação digital. Continue a leitura!

Netflix

A Netflix é um ótimo caso para introdução. Nascida em 1997, nos Estados Unidos, a empresa atuava com aluguel de DVDs e entrega pelos correios, garantindo que os filmes e séries chegassem até a mão dos seus clientes. Ela mudou. Aliás, mudou muito.

Em meados de 2007, a empresa começou a operar o seu serviço de streaming, digitalizando todo o processo de acesso aos filmes e séries. O cliente não precisava mais alugar DVDs e esperar chegar pelo correio, pois tudo poderia ser consumido pela plataforma online.

A estratégia de modernização deu certo. Enquanto milhares de locadoras de DVD faliram ao longo dos últimos anos, a Netflix ganhou mercado e se transformou em um dos negócios mais valiosos (e amados) do mundo, consolidando o mercado de streaming.

Mesmo após o surgimento de outras plataformas, a Netflix havia atingido uma grande vantagem competitiva: o pioneirismo. Como iniciou o processo de transformação digital no seu setor, conseguiu um lugar de destaque na mente e no coração dos clientes.

Magazine Luiza

Outro ótimo caso é o da Magazine Luiza, varejista brasileira de eletrônicos e móveis. A Magalu, como também é conhecida, tem passado por um forte processo de transformação digital, gerando mais vendas online e estabelecendo uma relação digital com os clientes.

Fundada em 1957, a empresa surgiu como uma loja tradicional. Seu ponto de venda recebia clientes e demonstrava produtos, tudo conforme o script do comércio. Nos últimos 20 anos, porém, a Magazine Luiza optou por repensar a sua estratégia e transformar as suas rotinas.

Atualmente, a Magalu conta com um dos maiores e-commerces (plataforma de comércio digital) da América Latina, gerando bilhões de reais em vendas a cada trimestre. Além disso, permite que pequenos lojistas utilizem a sua plataforma para vender mais.

Esse movimento de transformação promoveu muitos benefícios à empresa. Pode ser suficiente dizer que, só nos últimos três anos, o valor de mercado da Magalu cresceu 6000%, tornando-se uma das empresas mais valiosas do Brasil e um indiscutível caso de sucesso.

Nubank

Vejamos, agora, um terceiro case de transformação digital. O Nubank nasceu em 2013 com uma estratégia bem diferente dos bancos tradicionais e estabelecidos. Sua proposta era um serviço financeiro totalmente digital. Gratuito e sem filas ou esperas.

Após o seu surgimento, o setor financeiro passou por profundas mudanças. Muitas outras fintechs (startups baseadas em tecnologia financeira) ganharam tração. Além disso, vários dos bancos tradicionais optaram por integrar mais tecnologias às suas rotinas de trabalho.

Nesse aspecto, o banco Nubank ajudou a promover uma transformação digital que foi muito além da sua estrutura organizacional, impactando o sistema financeiro brasileiro e a relação dos bancos com os seus clientes. Assim, ganhou notoriedade no mercado.

Atualmente, o Nubank é uma das startups mais valiosas do Brasil, alcançando o valor de mais de US$ 1 bilhão ainda em 2018. Além disso, desde o seu nascimento, a sua carteira de clientes cresceu expressivamente, sendo maior que a de vários bancos tradicionais.

Lojas Renner

O segmento de moda é um dos mais competitivos do planeta, assim como um dos mais impactados pela transformação digital. Nesse cenário, a Loja Renner pode ser uma ótima fonte de inspiração, pois tem ajustado muitos dos seus processos ao que é digital.

Nascida em 1965, a Loja Renner é sinônimo de competitividade. Nos últimos dez anos, a empresa tem se dedicado ao desenvolvimento do seu e-commerce, garantindo uma melhor experiência digital, além de mais praticidade no acesso aos produtos adquiridos.

Hoje, a empresa adota um modelo omnichannel, que integra canais digitais e presenciais de relacionamento. Nesse sentido, os clientes podem comprar no e-commerce e retirar seus produtos na loja. Além disso, aqueles que já estão dentro da loja podem pegar os produtos desejados, efetivar o pagamento por aplicativo e ir embora — sem pegar qualquer fila.

Como resultados dessa transformação digital, as Lojas Renner têm se consolidado no mercado da moda e cativado uma maior carteira de clientes. Além disso, têm se mostrado referência no mercado e influenciado a mudança no segmento brasileiro de moda.

Burger King Brasil

Outra empresa que tem passado por um forte processo de transformação digital é a rede Burger King (BK) Brasil. A hamburgueria tem utilizado ferramentas de ponta para entregar promoções aos clientes e facilitar a venda e a distribuição dos seus produtos.

Nesse sentido, uma das principais ferramentas da rede é o aplicativo mobile, que leva o nome da empresa. Com ele, os consumidores podem fazer e pagar pedidos digitalmente, retirar o produto na loja (e até consumir lá mesmo) ou recebê-lo em casa.

Além disso, a rede BK Brasil tem investido fortemente na análise de dados (ciência de dados) captados pelo aplicativo para conhecer melhor seus clientes, impulsionar ações de marketing e fidelizar o maior número de consumidores possível, entre outras coisas.

Os resultados da estratégia Burger King Brasil são expressivos. Quando chegou ao país, em 2011, a marca era desconhecida por mais da metade dos consumidores brasileiros. Hoje, 95% da população brasileira conhece a marca — e o número não para de crescer.

Como começar a promover transformação digital?

Como você pode observar, muitas empresas passaram (e ainda estão passando) por um forte processo de transformação digital, gerando mais pontos de contato com os seus clientes e canais para a entrega dos produtos. A questão é: como fazer isso na prática?

Felizmente, existem muitas maneiras de começar. Não é preciso investir milhares de reais em tecnologias ou sistemas de distribuição. Também não é necessário construir uma equipe de tecnologia da informação. Confira os primeiros passos nos tópicos seguintes.

Esteja nas redes sociais

Um primeiro passo é marcar presença nas redes sociais. Essas redes concentram um enorme número de pessoas (clientes em potencial) e podem ser utilizadas para falar sobre os seus produtos, processos produtivos e história, entre outras curiosidades.

A melhor varia de negócio para negócio. É preciso descobrir qual o seu público-alvo mais utiliza. Algumas das redes mais populares são o Facebook, o Instagram, o Twitter e o LinkedIn, mas existem muitas outras que podem atender à sua empresa.

Venda seus produtos em um e-commerce

Vender um produto no e-commerce não é tão difícil. Na verdade, atualmente, você pode anunciá-los dentro de comércios digitais estabelecidos, como o da Amazon.com ou o da Magazine Luiza, aproveitando toda a estrutura tecnológica desses marketplaces.

Caso tenha interesse em construir um e-commerce próprio, sem problemas. Existem várias plataformas que permitem sua hospedagem, geralmente cobrando um valor fixo mensal ou um comissionamento com base nas suas vendas online. Assim, fica mais fácil vender.

Melhore continuamente

É importante destacar que o processo de transformação digital exige uma mentalidade de melhoria contínua. É preciso avaliar os seus atuais pontos fortes e fracos e corrigir o que não está indo bem. Assim, pouco a pouco, você conseguirá progredir para o mundo digital.

Agora, você está por dentro do tema e conhece vários cases de transformação digital, além dos benefícios de investir no assunto. Para modernizar a sua empresa, o importante é dar o primeiro passo, por mais simples que ele seja. Depois, é preciso investigar pontos de melhoria e testar coisas novas, garantindo a criação de um negócio moderno e competitivo.

Gostou do nosso artigo, certo? Aproveite para nos seguir nas redes sociais — Facebook, Instagram e LinkedIn — e ficar sempre por dentro das nossas novidades.


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado